Conheça nossa
Loja Virtual

Aeroporto Francisco Sá Carneiro

aeroporto-porto-12

Para quem acha que aeroporto é apenas um lugar de passagem, vale a pena parar para observar o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, localizado no distrito do Porto, em Portugal. Mais do que um local de embarque e desembarque, o terminal consagra-se como uma vitrine da arquitetura em aço. Tanto é fato que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro foi considerado a melhor obra portuguesa de estrutura metálica.

De Pedras Rubras a Francisco Sá Carneiro

O aeroporto Francisco Sá Carneiro foi inaugurado em dezembro de 1945, mas, na época, não recebia esse nome: chamava-se Aeroporto de Pedras Rubras. Na década de 70, dado o crescimento da demanda local, a pista foi aumentada, e, anos depois, construíram um terminal de carga. Em 1990, outra ampliação foi realizada, dessa vez no terminal de passageiros, e, na ocasião, o aeroporto foi rebatizado, tornando-se o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, homenagem ao falecido primeiro-ministro homônimo.

Repaginada

aeroporto-porto-1pNos últimos anos o aeroporto do Porto, como também é conhecido, mudou muito. Devido ao aumento do fluxo de passageiros e aeronaves, o terminal precisou modernizar-se. A reforma foi posta em prática visando os seguintes objetivos:

  • Oferecer serviços e infraestrutura de alta qualidade tanto para os passageiros, como para os operadores, facilitando a comunicação entre esses;
  • Modernizar e requalificar as estruturas aeroportuárias;
  • Desenvolver melhores sistemas logísticos;
  • Aumentar o número de passageiros e aeronaves;

Para a execução da obra foram criadas duas frentes de trabalho que funcionavam de forma quase independente. Em ambas, as execuções foram orientadas do sul para o norte, dos pisos inferiores para os superiores.

Confira as imagens do projeto de ampliação do aeroporto:
(Clique para ampliar)

projeto-aeroporto-porto-6

 

projeto-aeroporto-porto-3projeto-aeroporto-porto-2

projeto-aeroporto-porto-1projeto-aeroporto-porto-5

projeto-aeroporto-porto-4

De cima a baixo

aeroporto-porto-7pPara tal reforma o aço não só se fez presente, mas teve papel diferencial na obra. Aplicado desde o piso até a cobertura, a escolha da estrutura metálica deu-se principalmente pelo fato de esta ser industrializada, o que reflete numa obra com impacto minimizado na rotina do aeroporto. Além disso, o aço possibilita grandes vãos, como o alcançado na parte central do aeroporto.

A cobertura do átrio principal do Aeroporto Francisco Sá Carneiro é possibilitada por uma solução em vão único, conquistada através da utilização de dez grandes vigas triangulares que se estendem por 80 metros. A opção resultou num ambiente flexível, com aspecto leve e transparente.

Outra solução em cobertura foi aplicada no píer e no bus gate sul. Mesmo sendo diferentes, as coberturas dessas áreas possuem elementos com características e disposições semelhantes: são madres em viga triangulada, nas quais se fixam diretamente os revestimentos e tetos, e vigas resistentes principais, também trianguladas, apoiadas em pilares. As cordas e diagonais das triangulações são constituídas pelos mesmos tipos de perfis laminados, diferenciando-se apenas de acordo com as suas dimensões e capacidade de vencer vãos.

aeroporto-porto-3pMuito mais abaixo das coberturas, a estrutura metálica também se faz presente. Funcionando como suporte para os pisos elevados do Aeroporto Sá Carneiro, a solução metálica foi a opção devido a sua facilidade de execução, minimizando o impacto no redor da obra. Para a construção, optou-se por distanciar os pilares metálicos 20 metros numa direção, e 10 ou 20 metros na outra. Sobre eles se apóiam as estruturas dos pisos que são grelhas de vigas principais intercaladas por vigas secundárias. As lajes são mistas com chapa colaborante. Este tipo de concepção estrutural acabou por ser igualmente seguido nas áreas dos edifícios adjacentes – os Bus Gate.

Resultado premiado

aeroporto-porto-5pAntes da ampliação, o aeroporto tinha uma área de 16 mil metros quadrados, após a reforma, a extensão ficou em mais de 100 mil metros quadrados. A altura máxima das estruturas subiu de 9,5 metros para 32 metros.

A aplicação da estrutura metálica na obra combina a transparência com a ligeireza da estrutura, proporcionando um ambiente de harmonia e equilíbrio, seja no espaço interno, seja externamente. E foi exatamente por esse resultado que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro foi considerado a melhor obra portuguesa em aço na European Convention for Constructional Steelwork (ECCS), no ano de 2006.

Os anos seguintes também foram dourados: em 2007 foi considerado o terceiro melhor aeroporto da Europa, e o terceiro melhor em nível mundial na categoria até cinco milhões de passageiros/ano.  Em 2008 foi o primeiro do ranking dos aeroportos do Noroeste Peninsular e em 2009 foi novamente considerado o terceiro melhor aeroporto da Europa na categoria até cinco milhões de passageiros/ano.

O aeroporto do Porto é o segundo maior de Portugal em termos de movimentação de carga; quanto ao fluxo de passageiros, é o terceiro do país.

Confira as imagens do Aeroporto Francisco Sá Carneiro:
(Clique para ampliar)

aeroporto-porto-10paeroporto-porto-9paeroporto-porto-6p

aeroporto-porto-2paeroporto-porto-8paeroporto-porto-11

Ficha Técnica:

Ampliação do Aeroporto Francisco Sá Carneiro

  • Terminais de bagagens de Partidas e de Chegadas
  • Parque de Estacionamento Subterrâneo
  • Túneis Técnicos
  • "Curbside" de Partidas
  • Nova Aerogare
  • "Pier"
  • Bus Gates Norte e Sul
  • Estação do Metropolitano

Dono de Obra: A.N.A – Aeroportos de Portugal S.A.
Autor do Projecto Geral e da Arquitectura: Arq. João Leal
Autor do Projecto de Fundações e Estruturas: TAL PROJECTO, Lda.
Empreiteiro Geral: CASC – Consórcio do Aeroporto Sá Carneiro, Mota-Engil / Soares da Costa / HCI-Construções / Construtora Abrantina
Sub-Empreiteiros da Estrutura Metálica: MARTIFER / SOCOMETAL
Peso Total da Estrutura da Cobertura (incluindo fachada nascente e palas): 1800 toneladas
Peso Total das Estruturas dos Pisos aprox. 8.000 ton
Peso Total da Cobertura do “Pier” – 790 ton
Peso Total da Cobertura Periférica do “Bus Gate Sul” – 608 ton
Peso Total da Cobertura Central do “Bus Gate Sul” – 255 ton

Fonte:

Portal Met@lica
Imagens: Tal Projecto

To readin Englishclick here eua

     
    M_in_noticia