Banner
Conheça nossa
Loja Virtual

Aeroporto Internacional de Madrid Barajas (MAD)

aeroporto_madrid_barajas1Localizado a 13 km nordeste da central de Madrid, conexão direta com o metrô, extensão de 940.000 m2 em terminais, 104 lugares de estacionamento para aeronaves, 21.800 vagas para automóveis, mais de 100 voos domésticos, Europa, voos Internacionais, capacidade para 70 milhões de passageiros por ano, o Aeroporto Internacional de Madrid Barajas é considerado o aeroporto mais movimentado da Espanha, 4º maior da Europa e 11º do mundo.

Inaugurado em 1928, o Aeroporto de Madrid inicialmente era somente um campo sem pavimento, coberto de ervas e com um grande círculo branco no qual se via escrito “Madrid” em seu interior.

(clique na imagem para ampliá-la)

Ao longo dos anos ampliações foram feitas para atender sua demanda sempre crescente. Assim, em 1991 foi elaborado o “Plano Diretor”, e dentro dele o “Plano Barajas” com uma projeção de infraestrutura de até 15 anos e cujas suas obras podemos ver nas figuras abaixo:

(clique nas imagens para ampliá-las)

aeroporto_madrid_barajas3aeroporto_madrid_barajas4

aeroporto_madrid_barajas5aeroporto_madrid_barajas6

Configuração das pistas do aeroporto depois da abertura da pista 18R-36L em 1998.

Nova Área Terminal (NAT) – T4

(click images to enlarge them)

Terminal 4, zona do chek-in

O terminal T4, inaugurado em Fevereiro de 2006, foi construído pelo Grupo Ferrovial e projetado pelos arquitetos Antonio Lamela e Richard Rogers, ganhador do Prêmio Stirling de 2006 e pelos engenheiros Carillion, da TPS Engineers que ganharam os Prêmios StructE de Estruturas Comerciais de 2006, todos por este projeto. Nele foram investidos 6.000 milhões de euros em 1.200.000 m2 de superfície e utilizados 45.000 toneladas de aço, porém sua arquitetura destaca-se pela simplicidade, adaptabilidade, robustez e flexibilidade tendo como objetivo principal transmitir aos seus transeuntes sossego, tranquilidade, calma e leveza. Sensações estas que foram obtidas com o uso de materiais como o aço integrado com o bambu, que além de ser sustentável, também é um material durável e resistente e dispensa manutenções frequentes.

Um pouco antes de 2006, em 1998, uma nova pista com 4.400 m, umas das maiores da Europa, entrou em funcionamento. Esta obra de Richard Rogers ganhou o prêmio Pritzker 2007 - Terminal 4 do Aeroporto de Barajas (1997-2005)

aeroporto_madrid_barajas12aeroporto_madrid_barajas13

(clique nas imagens para ampliá-las)

O NAT conta com três edifícios:

  1. Estacionamento com 9.000 vagas;
  2. Edifício Terminal de 500.000 m2, 38 posições de contato e capacidade para 35 milhões de passageiros por ano;
  3. Edifício Satélite de 290.000 m2, 26 posições de contacto e capacidade para 15 milhões de passageiros por ano. Há a possibilidade de construir um segundo satélite se necessário.

Depois da contrução do Terminal 4, o aeroporto de Madrid Barajas foi considerado um dos aeroportos mais modernos e seguros do mundo.

Fotos da Construção:

(clique nas imagens para ampliá-las)

aeroporto_madrid_barajas15aeroporto_madrid_barajas16

aeroporto_madrid_barajas17aeroporto_madrid_barajas19aeroporto_madrid_barajas20

aeroporto_madrid_barajas18

 

Design com funcionalidade

O desenho selecionado pela Aena (Aeropuertos Españoles e Navegación Aérea), órgão responsável pela navegação aérea espanhola, tem quatro princípios básicos: Integração na paisagem, luz natural, claridade espacial e flexibilidade.

Segundo Carlos Lamela, coordenador do projeto, os aspectos que conferem uma personalidade especial ao projeto são a funcionalidade, a luminosidade, a orientação ao passageiro e a integração do mesmo na paisagem. Como as cores que representam referências visuais na orientação aos passageiros.

As cores mudam conforme a zona de embarque. Lamela ressalta ainda o aconchego e a claridade da cobertura de madeira laminada de bambu integrada na estrutura de aço, e o sistema de iluminação mediante reflexão que é algo inédito em aeroportos, pois reduz a dependência de luz artificial e melhora visivelmente a qualidade do espaço.

O T4 possui uma arquitetura onde os antagonismos criam o belo e o harmônico e assim resta ao vidro, com sua transparência e reflexo, dar vazão a sua proposta espacial e destacar o aço de uma forma sutil, a sua elegância.

Como as cores que representam referências visuais na orientação aos passageiros. As cores mudam conforme a zona de embarque.

O T4 possui uma arquitetura onde os antagonismos criam o belo e o harmônico e assim resta ao vidro, com sua transparência e reflexo, dar vazão a sua proposta espacial e destacar o aço de uma forma sutil, a sua elegância.

(clique nas imagens para ampliá-las)

Videos do Aeroporto

Bibliografia:

http://www.madrid-mad.com/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aeroporto_de_Madrid-Barajas


http://www.constructalia.com/pt_PT/gallery/galeria_detalle.jsp?idProyec=831634

http://www.vitruvius.com.br/arquiteturismo/arqtur_03/arqtur03_04.asp


http://mrm.mendes.nom.br/projeto-2008-45.htm

http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/casa/conteudo_234776.shtml


ttp://images.google.com.br/images?hl=pt-BR&source=hp&q=aeroporto+de+madrid+barajas&gbv=2&aq=f&oq=

http://www.youtube.com/watch?v=s3rGo-mzpOE&feature=player_embedded

 

To read it in English click here eua

 

     

    Preço
    R$ 1.157,40
    à vista

    ou em até 10x de R$ 115,74

    M_in_noticia