Banner
Conheça nossa
Loja Virtual

Cobertura metálica e telhas sanduíche na estação do metrô de Porto Alegre

Cortando o Vale dos Sinos

Projeto de expansão da Linha 1 do Metrô de Porto Alegre, iniciado em 2009, prevê inovações nas estações, como a superestrutura em aço e iluminação zenital da primeira estação concluída.

Primeira viagem experimental para a Estação Liberdade

O cenário da região abrangida pelo Vale do Rio dos Sinos, na região metropolitana de Porto Alegre, aos poucos está sendo transformado pela inclusão do extenso elevado da expansão da Linha 1 do metrô, que corta o vale e liga o centro da capital do Rio Grande do Sul a cidades como Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

A partir de 2009, a ampliação da Linha 1 começou a tomar forma e a se tornar realidade para os moradores de Porto Alegre. Em 26 de outubro deste ano, 19 meses depois de iniciada sua construção, a Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre) realizou a primeira viagem experimental para a Estação Liberdade.

Com 4.881 m2 de área, a estação é dividida em dois pavimentos e elevada do solo, bem como todo o trajeto da expansão. O destaque da obra é sua cobertura em estrutura em aço, formada por segmentos de arcos e telhas metálicas galvanizadas do tipo sanduíche, com 170 m de comprimento por 17 m de largura. Os acessos, constituídos de pórticos metálicos, também têm estrutura em aço e fechamento em painéis pré-fabricados de concreto.

Montagem da estrutura em aço da cobertura, com destaque para as vigas alveolares

“A definição estrutural do projeto, utilizando basicamente a estrutura metálica associada a elementos em concreto armado, visou fazer uso inteligente da tecnologia, pois permite que se aproveite ao máximo as características de resistência mecânica de seus principais materiais; eficaz, devido a sua superioridade técnica sobre soluções convencionais, proporcionando estruturas seguras e confortáveis; e duradoura, porque possibilita longa vida útil à obra”, detalha o engenheiro Martin Beier, projetista da obra.

A Estação Liberdade, assim como todas as estações da expansão, enfatiza a iluminação zenital, aliando-a a um sistema de adequação da iluminação, controlando o desligamento e o acendimento das luzes, gerando, assim, economia de energia.

Ao término da obra, previsto para 2012, a Linha 1 integrará a região metropolitana à capital do estado por meio de 21 estações, totalizando mais de 44 km de extensão. Mas certamente a maior conquista é oferecer aos mais de 300 mil usuários o acesso a um equipamento de transporte público seguro e moderno, além de atender com respeito e cidadania os turistas estrangeiros e os brasileiros que circularão pela região durante a Copa 2014. (Da Redação)

Ficha Técnica:

Projeto arquitetônico:Deltacon Engenharia / Debiagi Arquitetura
Área construída:4.881 m²
Aço empregado:ASTM A 572
Volume do aço: 250 t.
Projeto estrutural:Deltacon Engenharia S.S.L. / EGT Engenharia Ltda
Fornecimento da estrutura metálica: SH Estruturas Metálicas
Execução da obra:Consórcio Nova Via (Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo Busnello e TTrans)
Local: São Leopoldo-Novo Hamburgo, RS
Data do projeto: janeiro de 2009
Conclusão da obra: fevereiro de 2012

Fonte:

Revista Arquitetura & Aço – Edição 24 – Dezembro/2010

     

    Preço
    R$ 169,90
    à vista

    ou em até 5x de R$ 33,98


    Preço
    R$ 167,10
    à vista

    ou em até 5x de R$ 33,42

    M_in_noticia