Banner
Conheça nossa
Loja Virtual

Perfil Eletro-Soldado
Lançamento da Usiminas - Cosipa

"Mais leve, a solução gera economia na fabricação, transporte e montagem das estruturas metálicas"

O Sistema Usiminas-Cosipa lançou oficialmente no dia 25 de maio, no Usicentro (Complexo Industrial e de Distribuição), em Taubaté, SP, o perfil eletro-soldado para a construção civil.

Diferente do usilight, criado em 1999, a nova versão é produzida com aço mais resistente, com rebarbas de solda amassadas e no formato assimétrico, em conformidade com a norma NBR 15279 da ABNT.

Apesar de ser de 5 a 20% mais leve, mantém as mesmas características mecânicas que os demais perfis fabricados no país. Tanto que, pode ser empregado em diversas tipologias de edificações como prédios comerciais, residenciais, escolas, hospitais, entre outras.

O perfil é produzido com aço ASTM A-572 Gr.50, desenvolvido pelo Sistema Usiminas especificamente para este produto.

De acordo com Pedro Oswaldo Caran, superintendente de construções metálicas de empresa, uma das diferenças é que no processo de produção, tanto a junção da alma quanto das mesas do perfil são feitas por eletrofusão. Isto é, toda a área de contato entre a alma e a mesa é soldada, o que garante maior resistência mecânica ao produto.

"Durante a produção do perfil, o material excedente da eletro-solda é amassado, processo que evita qualquer tipo de ação corrosiva no material, conforme testes realizados por técnicos do Grupo Siderúrgico Usiminas e Cosipa", explica. Outra vantagem citada pelo profissional são as várias possibilidades de dimensionamento.

Como as peças não são seriadas, mas sim fabricadas com até 18 m de comprimento e sem deformações, conseqüentemente os arquitetos acabam tendo maior flexibilidade em seus projetos. Outra característica é a possibilidade de produzir peças com formato assimétrico, com larguras e espessuras de abas superior e inferior diferentes.

Toda a linha de produção e estoque dos perfis esta localizada no Usicentro, em Taubaté. Os perfis podem se entregues cortados, recortados, furados e já estruturados, conforme as necessidades da obra.

Bons Resultados

Passada a etapa de integração entre o Grupo Usiminas e a Cosipa, o Sistema Usiminas já definiu novas alternativas e um novo ciclo de investimentos a médio e longo prazo: a fim de impulsionar o crescimento e ainda fortalecer o mercado interno, pretende investir na qualidade das usinas de Cubatão-SP e Ipatinga-MG.

Em Cubatão está prevista a construção de um novo laminador de tiras a quente, com capacidade de até 4 milhões de toneladas por ano.

Este novo equipamento permitirá ampliar a oferta da Companhia com uma maior gama de produtos de alta qualidade (inclusive laminados de maiores e menores espessuras). Também serão reformadas duas máquinas de lingotamento contínuo, assim como os equipamentos auxiliares da aciaria.

Já em Ipatinga haverá investimentos em equipamentos de metalurgia secundária, que ajudará a reforçar a liderança tecnológica da Usiminas em setores como montadoras e tubos de grande diâmetro, entre outros.

Esta prevista, ainda, a construção de uma nova coqueria, que tornará a unidade auto-suficiente em coque, além de outra termelétrica, que aumentará a auto-suficiência energética da usina de 25% para 53%.

O ciclo de investimentos em Ipatinga se completa, nesta primeira fase, com a ampliação da capacidade de laminação de chapas grossas, que aumentará em 300 mil toneladas ao ano.

Processo de Soldagem

Processo de Soldagem Tradicional


A figura ao lado mostra o processo de soldagem tradicional, que é a união de duas partes utilizando um terceiro metal para fazer a "colagem".

Neste processo o centro da alma não é soldado

Processo de Soldagem por Eletro-fusão 

No processo de fusão do Perfil Eletro-soldado toda área de contato entre a alma e a mesa é soldado, oferecendo mais resistência mecânica ao produto.

Os perfis eletro-soldados são formados por um processo de solda contínua que usa uma corrente de alta freqüência de 400KHz. Em razão do Efeito Proximidade e do Efeito Profundidade, a corrente flui bem próxima da superfície das chapas, a uma profundidade de até o,8 mm. A resistência à passagem desta corrente aquece uma zona específica que atinge a temperatura plástica, permitindo assim a fusão, através de uma leve pressão de rolos.

Vantagens e Aplicações

Mais leveza - As seções das estruturas feitas com o Perfil Eletro-soldado são de 5% a 20% mais leves do que as feitas com perfis comuns. E as propriedades mecânicas são as mesmas dos perfis congêneres.

Mais economia - Com menos peso, o Perfil Eletro-soldado proporciona economia na fabricação, transporte e montagem das estruturas metálicas, além de permitir ganhos no dimensionamento de fundações pelo alívio das cargas.

Mais criatividade - O Perfil Eletro-soldado pode ter até 18m de comprimento, sem deformações e podem ser produzidos de forma assimétrica, com larguras e espessuras das abas superior e inferior diferentes. A espessura de mesas e alma do Perfil Eletro-soldado e a precisão nas dimensões facilitam a realização de conexões e emendas.

Perfis sem tensões - Na produção, o Perfil Eletro-soldado passa por um aquecimento uniforme de até 1200 Cº das mesas e alma e posteriormente por um resfriamento também uniforme. Esse processo resulta em um produto final livre de tensões residuais.

Tolerância - O Perfil Eletro-soldado está em conformidade com a norma NBR 15279 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Processo de Produção do Perfil Eletro-soldado

Processo de Corte das Bobinas para a Produção do Perfil

 

 Usicentro Taubaté

Ficha Técnica:

Reportagem e fotos: Imprensa Portal Metálica, Jornalista Nádia Fischer, Maio - 2006.

     

    Preço
    R$ 359,90
    à vista

    ou em até 10x de R$ 35,99

    M_in_noticia