Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Inovação Construtiva: Passarela Belvedere
A Brafer Construções Metálicas em conjunto com a V&M do Brasil constroem passarela em 90 dias.

Não se trata apenas de mais um passadiço em Belo Horizonte, pelo contrário, a Passarela Belvedere, concebida pelo arquiteto Apílio Castelo Branco, reúne inovação construtiva, grande apelo estético e funcionalidade em um só equipamento urbano. Situada sobre a Avenida Nossa Senhora do Carmo, no Trevo do Belvedere, chama a atenção de todos que passam pelo local.

Segundo o arquiteto, o projeto foi inspirado na imagem de uma praça linear suspensa com vista ampla e livre para ambos os lados. “A ideia era criar um espaço bonito que convidasse o encontro das pessoas”, afirma Castelo Branco. Outro ponto importante no projeto foi a preocupação com a segurança sob a passarela, que resultou na inexistência de pilares no canteiro central.
Diferente das convencionais, a Belvedere possui uma estrutura treliçada superior estaiada, com seu piso suspenso por pendurais nas treliças superiores. A estrutura tubular suspensa, mais a torre com vinte metros de altura de onde partem dois estaios, os pendurais que sustentam o piso, afastados deste, e a cobertura em tela - que sugere um plano arqueado, deixando passar a luz emitida pelas luminárias colocadas no topo da torre e permitindo visualizar a estrutura superior - são os elementos responsáveis pelo efeito estético.

Os professores Euler Guerra, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, e Mauricio Dario, da Unicamp, foram os responsáveis pelo cálculo estrutural do projeto. As obras civis, fabricação, locação, concretagem das fundações e piso, transporte e montagem das estruturas metálicas foram executadas pela empresa paranaense Brafer Construções Metálicas, tudo em apenas 90 dias. A obra foi entregue dois meses antes do prazo estabelecido pelo cliente, contrato turn-key.

Cumprimento de prazo e excelência técnica são imprescindíveis, destaca José Flávio Moraes, gerente comercial da Brafer. A antecipação do prazo de entrega deve-se ao fato de que hoje grande parte da produção é informatizada.
Além disso, o parque fabril da empresa tem capacidade para produzir até três mil toneladas por mês. A obra utilizou 53 toneladas de tubos estruturais. A escolha dos materiais da V & M do Brasil contribuiu muito para o sucesso e atratividade estética da Passarela Belvedere, e também para a rapidez de sua construção.

No Brasil, já há quatro anos, a V & M do Brasil produz tubos estruturais com diversos tipos de aços e laminados a quente. O diâmetro externo varia de 33,4 mm a 355,6 mm, com espessuras de parede de 3,4mm a 25,4mm nas normas ASTM A501, entre outras. Para atender a este mercado, a empresa firmou uma parceria com as Universidades Federais de Ouro Preto e de Campinas, que permite o desenvolvimento de projetos de alto nível, garantindo, assim, as principais características exigidas pelas construtoras: qualidade, melhor relação custo-benefício e tecnologia de ponta.

Segundo o arquiteto Castelo Branco, a Passarela Belvedere é a primeira do Estado de Minas Gerais cujas rampas têm a inclinação nos termos da NBR 9050. Essa norma visa proporcionar às pessoas portadoras de deficiência física condições adequadas e seguras de acessibilidade autônoma aos espaços públicos.
Ficha Técnica

Por: Brunna Stavis - Intervalo Comunicação
Publicado na Revista Construção Metálica N° 68 - ABCEM
Projeto: Arquitetot Apílio Castelo Branco
Cálculo Estrutural: Professores Euler Guerra e Mauricio Dario
Data de publicação: 13/11/2009