Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Belmetal participa de obra do BRT de Belo Horizonte
Empresa forneceu mais de 21.000 m² de ACM ALUCOAT para revestir 94 estações de embarque e desembarque, além de terminais do sistema de transporte rápido.
A Belmetal, um dos maiores fornecedores de ACM (chapa de alumínio composto) no mercado brasileiro, foi a principal fornecedora de ACM do projeto BRT (Bus Rapid Transit) Move Metropolitano de Belo Horizonte, Minas Gerais.

O projeto BRT, que fez parte do plano de mobilidade para a Copa do Mundo, teve como objetivo melhorar o transporte da população e reduzir o tempo das viagens. Para isso, conta com mais de 40 km de corredores, além de ter capacidade para atender aproximadamente um milhão de passageiros por dia.

De acordo com Rildo Brito, supervisor de vendas da Divisão Plásticos da Belmetal, a empresa forneceu 21.000 m² de ACM ALUCOAT (nas cores silver metalic e verde) para 94 estações de embarque e desembarque do BRT e para dois terminais finais do sistema.
As chapas ALUCOAT da Belmetal em função de sua qualidade e o respaldo da garantia dada pela empresa foram a melhor opção para este projeto. Segundo Alberto Gordon, da empresa Gordon Signs, responsável pela instalação das chapas, o produto foi fundamental para o êxito da obra. “O

ACM fornecido pela Belmetal é uniforme, o que otimizou o desenvolvimento de nosso trabalho”, comenta.

Rildo aponta que participar de um projeto desse porte garante visibilidade à companhia, além de reconhecimento da qualidade de produto fornecido. “Será uma obra que ficará marcada no cenário da cidade. Além disso, ajudou a consolidar a marca como uma das principais fornecedoras de ACM no país”, explica.

Além do BRT, a Belmetal também forneceu produtos para outros grandes projetos em Minas Gerais, como o estádio Arena Independência, o Ouro Minas Hotel, além de muitos outros. “Firmamos, definitivamente, o nome da empresa no mercado. Essas obras servirão de cartão-postal por décadas”, finaliza.
Data de publicação: 18/07/2014