Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Ponte de Baía de Sydney
Sydney Harbour Bridge
A Sidney Harbor Bridge ou Ponte da Baía de Sidney é a ponte de aço em forma de arco mais elevada do mundo e também a mais larga.

Importantíssima para a vida da população já que faz a ligação entre o centro financeiro de Sidney (Central Business District) com a costa norte, que é a parte residencial e comercial.

Concluída em 1932, suas proporções são fenomenais. Só para ter uma ideia, o comprimento total do tabuleiro principal é de 1 149m enquanto o arco que suporta o tabuleiro mede 503m e pesa cerca 39 000 toneladas, para completar o ponto mais alto do arco está 134m acima do nível do mar.
A Sidney Harbor Bridge com o Sidney Opera House ao fundo.
A ponte como já falamos, liga o Central Business District com outros setores da cidade e acolhe o tráfego rodoviário, ferroviário e pedonal da Baía de Sidney ( Port Jackson)

Foi concluida em 1932 e reforçada em 1972 e para ajudar rodoviário foi aberto um túnel, Túnel da baía de Sidney (Sydney Harbour Tunnel).
A visão mais impressionante da ponte é o porto e é mostrada pelo mundo inteiro como um dos cartões postais de Sidney e Austrália.
Um panorama de cartão postal
Tão importante para a vida dos moradores a ponte tem até um apelido carinhoso, os moradores a chamam de Coathanger (‘’cabide’’) ou simplemente ’’ A Ponte.’’
‘’A Ponte’’ foi construída sobre a direção de Dr J.J.C. Bradfield do Departamento de Trabalhos Públicos NSW que contratou o arquiteto Sir Ralph Freeman para idealização e execução do projeto. Ralph Freeman era proprietário do escritório de Consultoria e Engenharia Dorman Long e Companhia Ltd de Middlesbroug.
Vista do arco da ponte de cima
O design da ponte foi claramente influenciado pela Hell Gate Bridge na cidade de nova York , que foi construída em 1900 para conectar a rodovia da Pensylvania em Nova York com a rodovia New Haven na Nova Inglaterra.
Vista de cima dos detalhes da ponte
A extremidade sul da ponte onde se localiza o CBD fica em Millers Point na região chamada The Rocks e a extremidade norte, North Shore fica em Milsons Point .

Na ponte existem seis pistas destinadas ao tráfego rodoviário que juntas formam a formam em sua porção central e mais duas pistas adicionais do lado oriental.

O lado oriental da ponte está destinado aos pedestres enquanto que o lado ocidental está destinado aos ciclistas.
A pista de pedestres
Finalmente entre a parte da ponte entre a rodovia e os espaço dos ciclistas há dois espaços destinados ao trânsito ferroviário da T 1 North Shore Line da Sidney Trains.

A rodovia em arco que cruza a ponte é conhecida como Bradfield Highway e leva 3,5 horas para ser escalada em ritmo moderado ou até em 2,5 horas para os que estão em melhor condicionamento físico. Uma outra opção de escalada é ir até a metade da ponte o que leva 1,5 hora mas é feita dentro do arco.

O arco tem uma circunferência de 504 metros e pesa 54,800 toneladas. Sendo que 79% desse aço foi importado da Inglaterra e a quantidade restante de New Castle.
Estudantes em passeio sobre a ponte
A Bradfield Highway é composta de 28 painéis de treliças de arco variando entre 18 m no centro e 57 metros nas porções finais do arco próximo aos pilões gigantes estão afixados .
Um dos pilões da ponte
Ao chegar ao meio da ponte podemos contemplar as Montanhas Azuis ao longe
Ficha Técnica

Nome: Ponte da baía de Sydney (Sydney Harbour Bridge)
Material Aço
Estilo arquitetônico: Art decó
Design: Ponte em Arco
Início da construção 28 de julho de 1923 (92 anos)
Término da construção:19 de janeiro
Data de abertura 19 de março de 1932Comprimento total: 1149 m
Largura: 49 m
Altura máxima: 139 m
Localização: Sydney Austrália.
Redação : Equipe Portal Metálica - Lia Gonzaga.
Data de publicação: 14/01/2016