Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Monotrilho de São Paulo – Parte 2 - Linha 17 Ouro
Monotrilho na Av. Roberto Marinho, altura da Ponte Estaiada
A Linha 17 - Ouro faz parte do Plano de Expansão da rede metro-ferroviária da cidade e contribuirá para a melhoria dos sistemas de transporte de São Paulo. Serão 18 km de extensão, ligando o bairro do Morumbi ao Jabaquara e ao Aeroporto de Congonhas. Estão previstas 18 estações ao longo do trajeto, sendo 4 delas interligadas, integrando-se com a Estação Jabaquara da Linha 1-Azul, futura Estação Água Espraiadas da Linha 5-Lilás, Estação Morumbi da Linha 9 - Esmeralda da CPTM e a futura Estação São Paulo/Morumbi da Linha 4-Amarela, passando por importantes bairros como Jabaquara, Campo Belo, Aeroporto, Brooklin, Paraisópolis e Morumbi.

A obra será dividida em três trechos. O primeiro ligará o Aeroporto de Congonhas à estação Morumbi, da Linha 9-Esmeralda da CPTM. O trecho dois se estenderá até a estação São Paulo-Morumbi, da Linha 4-Amarela. Já o terceiro trecho interligará os trechos um e dois, do Brooklin até a estação Jabaquara, da Linha 1-Azul.

O primeiro trecho do projeto, já em obras, ligará diretamente a Estação Morumbi da CPTM ao Aeroporto de Congonhas.
A implantação desse sistema é rápida e com baixo impacto social e ambiental, quando comparada a outros sistemas de transporte. Quando comparado ao Metrô, o monotrilho leva metade do tempo para ser construído e custa 60% da opção subterrânea. Outra característica do projeto é o trabalho de inserção urbana e paisagismo em sua implantação, que transforma e embeleza a cidade. Também dará a São Paulo algo que outras grandes metrópoles possuem faz tempo: uma saída “sobre trilhos” do principal aeroporto da cidade.

Uma das características mais marcantes da Linha 17 – Ouro é o fato de ser toda aérea, tendo em média 15 metros de altura, mais ou menos a altura do terceiro andar de um prédio, suficiente para fazê-lo passar por cima das pontes que cruzam o trajeto. Os pilares que sustentam essas vigas ficarão, quase sempre, nos canteiros centrais das avenidas.
A tecnologia utilizada para a construção das vigas-guia é pioneira no Brasil. Para isso, foi montada uma fábrica em Cajamar, cidade da Grande São Paulo, exclusivamente para esta produção. A fábrica tem capacidade para produzir três vigas-guia por dia, em diversos formatos, para atender a variação do trajeto do monotrilho. As vigas-guia são transportadas até o local de lançamento, onde são içadas por, pelo menos, dois guindastes de grande capacidade até a instalação em seu local definitivo.

Os trens são movidos à eletricidade e trafegam com pneus de borracha em via elevada, tornando a operação silenciosa e confortável. Outro ponto considerado: os trens terão um sistema que escurece o vidro em alguns trechos nos quais o monotrilho passa próximo a prédios residenciais. Esta tecnologia vai impedir que os passageiros vejam áreas privadas de condomínios e em nenhum ponto o monotrilho passará a menos de 25 metros de edifícios.

A Linha 17 Ouro é construída pelo Consórcio Monotrilho Integração, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, CR Almeida, MPE e Scomi – essa última, sediada na Malásia, fornece os trens do trecho.
Maquetes eletrônicas do projeto:
Passando sobre o viaduto Vereador José Diniz na Av. Roberto Marinho
Passando sobre o viaduto Vereador José Diniz na Av. Roberto Marinho
Passando sobre a Ponte Morumbi na Marginal Pinheiros
Monotrilho na área de interligação com a Estação da CPTM
Ponte sobre o Rio Pinheiros
Ponte sobre o Rio Pinheiros
Passagem na região do Parque Burle Marx
Na região do Panambi
Na região do Panambi
Monotrilho na Av. Perimetral – Altura do Colégio Porto Seguro
Na extensão da Av. Hebe Camargo, em implantação
Junto ao Estádio do Morumbi
Sobre a Av. Jorge João Saad – Estádio do São Paulo F.C.
Estação Final da Linha 17 e integração com a Linha 4 Amarela do Metrô

Fonte: Metrô SP,
Portal IG Negócios,
Consorcio Monotrilho Integração
Data de publicação: 17/02/2014