Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Construção de Ponte Angolana com Estrutura Metálica Brasileira
Sistema de plataforma flutuante composta por módulo único de aço permite o deslocamento da ponte de uma extremidade a outra, facilitando o transporte de tubulação.

Pronta em 150 dias, divididos entre fabricação e montagem, a Ponte de Angola tem em sua composição metálica aço patinado pintado e mais de 150 mil kg de estruturas, fornecidos pela brasileira Sinovo Engenharia e Construções Metálicas.

A travessia destinada a vencer as margens do Rio Catumbela, serve de suporte aos dutos de transporte da água: duas tubulações de diâmetro de 900 mm e uma terceira de diâmetro de 200mm.
Na parte central, entre tubulações existe uma passarela de manutenção de 600 mm de largura em chapa xadrez.

A ponte recebeu como forma de estruturação, módulos de treliças com banzos inferiores em forma de chassi, tendo 4 metros de largura por 14 metros de comprimentos, banzos superiores montantes, diagonais e monovias dispostas em peças independentes e com variações nos comprimentos.

Um único módulo de 98 metros - constituído por partes menores pré-montadas e unidas umas as outras por ligações soldadas - estende-se pela margem esquerda do rio. Uma das extremidades está apoiada em aparelho giratório fixado no terreno, a outra é auxiliada por guinchos elétricos posicionada em plataforma flutuante e podendo ser movimentada em ângulo de até 90º até a margem oposta.

Foram necessários 75 dias para a fabricação das estruturas metálicas. Posteriormente a entrega das peças, outros 75 dias foram despendidos com sua montagem. Essa segunda fase englobou:

Detalhamento de projetos para fabricação;
Definição da metodologia de montagem;
Fornecimento de materiais;
Fabricação, tratamento superficial;
Carregamento dos contêineres;
Transporte rodoviário até o porto e serviços de montagem.

Made in Brazil

Em conseqüência da realidade social e política de Angola, um país em fases de reconstrução pós-guerra civil, os engenheiros responsáveis pela construção da ponte viram-se na necessidade de contratar profissionais brasileiros para a execução dos trabalhos locais.

A empresa brasileira, Sinovo, manteve três equipes em contato com a fase de concretização da obra. Duas delas responsáveis pela supervisão e montagem de estruturas metálicas, elementos de cobertura e fechamento de galpões. E uma terceira composta por engenheiros, supervisores, encarregados, soldadores e montadores especializados.

Do continente sul-americano, mais precisamente do Porto do Rio de Janeiro, direto ao continente africano, partiu uma balsa de aproximadamente 20 toneladas para concretização das obras e auxílio no transporte das estruturas metálicas.
Ficha Técnica

Projeto Águas de Benguela - Ponte sobre o Rio Catumbela
Local: Águas de Benguela - Angola - África
Extensão: 98 metros
Fabricação e montagem das estruturas: Sinovo Engenharia e Construções Metálicas
Quantidade de aço utilizada: 150.488 kg
Tipo de solução estrutural: Estrutura Prismática composta por duas vigas longitudinais no nível inferior e uma viga no nível superior, estrutura calculada como viga bi-apoiada.
Fonte: Revista Construção Metálica - Edição nº 80 - ABCEM
Data de publicação: 05/01/2010