Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Integração urbana: Shopping Pátio Batel
Projetado como extensão da cidade, o Shopping Pátio Batel mescla estruturas em aço simples a outras mais arrojadas

Inspirado nas características que fizeram de Curitiba, no Paraná, uma referência nos âmbitos nacional e internacional, o Shopping Pátio Batel foi projetado pelo arquiteto Antônio Paulo Cordeiro a pedido do Grupo Soifer. Com estilo contemporâneo, o novo centro de compras priorizou a relação da arquitetura com o meio ambiente e com o urbano, por meio de soluções de mobilidade, criação de amplos espaços e iluminação natural abundante. A fachada e a cobertura em estrutura metálica, ambas transparentes, são o destaque deste projeto, que tem previsão de inauguração em 2013.

Trata-se de um edifício com nove pavimentos, sendo que cinco deles, abaixo do nível da Avenida Batel, servem como estacionamento. Os pisos sobressolo são voltados às operações comerciais. O projeto inclui, ainda, um terraço verde, além de varandas, que compõem quase 2 mil m² de área a céu aberto, e átrio – um grande vão oval, que atravessa os quatros andares.
Acima, na implantação do shopping na cidade, o destaque é a extensa cobertura envidraçada, executada com perfis de aço. À direita, abaixo, montagem de parte das estruturas metálicas
A obra teve início em 2008, com a consolidação do terreno composto por uma série de áreas menores, formando um total de 20.450 m². “As atividades se iniciaram no final daquele ano com a construção da cortina de contenção. Em seguida, executamos a fundação e, a partir daí, a estrutura de concreto armado convencional, das áreas do subsolo”, conta Ivan Paulo Schaly, engenheiro civil, assessor executivo da equipe técnica do Pátio Batel.
Aplicação do aço

Segundo o engenheiro, a cobertura da área de docas teve de ser elaborada em estrutura de aço a fim de vencer os vãos exigidos para a entrada e a saída logísticas de todas as operações do empreendimento. As lajes foram executadas em steel deck e o aço também está presente na estrutura da fachada, na cobertura e também na estrutura do cinema.

Jeferson Luiz Andrade, diretor técnico da Andrade Rezende Engenharia de Projetos, empresa responsável pelo projeto estrutural, explica que o objetivo era que a fachada (20 m de altura por 44 m de extensão), que está inserida no acesso principal ao shopping, fosse necessariamente a mais esbelta possível com o propósito de manter um visual leve e transparente. Para isso, foram desenvolvidas ligações especiais, bem como utilizados tirantes de aço associados a vigas de vidro.

A fachada recebeu uma camada de vidro especial com proteção de raios UV, permitindo maior entrada de luz para a área interna. Nas partes cegas da fachada foram aplicadas pedras portuguesas Limestone, formando um mosaico, e também mármore bronze Armani.

Em relação à cobertura envidraçada, Andrade diz que esta estrutura é formada por figuras geométricas irregulares, tanto na forma quanto na inclinação das arestas, o que demandou uma precisão no projeto de detalhamento além do usual. “A estrutura forma um grande ‘arco’ irregular, onde as faces laterais são uma continuidade da cobertura em si.” Os vidros empregados na cobertura são duplo-laminados. A paginação levou em consideração a posição do sol, bem como as áreas mais apropriadas à permanência de pessoas.
Acima, detalhes da fachada. A fim de manter um visual leve e transparente, foi concebida para se tornar o mais esbelta possível. Já a cobertura forma um grande arco irregular com formas geométricas também irregulares, tanto na forma quanto na inclinação das arestass
Já na área destinada ao cinema, a estrutura prevê amplo vão livre (41 m) e pé-direito de 13 m. “O diferencial reside no fato de a estrutura atender aos requisitos para a implantação do que há de mais moderno em projeção (cinema 4D), onde as cargas diferem do normal, bem como atender a plástica requerida pela arquitetura, pois será uma estrutura visível para quem observar o shopping de fora”, ressalta.

Na opinião do Engenheiro Eugênio Reichmann, coordenador geral do empreendimento, o Pátio Batel chega para marcar a paisagem da cidade. O terreno apesar de compacto é privilegiado, pois está no meio de um bosque. Além disso, o projeto não repete o modelo de caixa fechada, estanque, que não se comunica com o exterior, voltado apenas para o comércio. O projeto arquitetônico busca uma integração com o espaço urbano. “São quatro pisos dedicados às operações comerciais e cinco subsolos com uma permeabilidade natural entre os dois lados do terreno, onde as pessoas transitam livremente como se estivessem em uma extensão da rua e não em um espaço fechado”, comenta. O projeto resgata o espaço externo para a arquitetura de interior e cria um ambiente que proporciona áreas verdes e sombreadas para permanência, descanso e convivência de pessoas. (M.C.S.).
Ficha Técnica

Projeto arquitetônico: Antônio Paulo Cordeiro
Área construída: 110 mil m²
Aço empregado: ASTM A572 (perfis W, HP e CS)
Volume de aço: 1.639 t
Projeto estrutural: Andrade Rezende Engenharia de Soluções
Execução da obra: Construtora Roca
Local: Curitiba, PR
Data do projeto: março 2008
Conclusão da obra: abril 2013
Fonte: CBCA
Data de publicação: 13/06/2013