Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Financiamentos para Construção Civil
Quando se necessita viabilizar novos projetos e obras na construção civil, geralmente, surge a necessidade de angariar aportes adequados para que a obra flua corretamente. Para isso, há diversos tipos de financiamento que podem ser utilizados para o setor da construção civil.

Hoje, há oportunidades crescentes da participação de grandes empresas, tanto nacionais quanto estrangeiras, para se levar adiante grandes projetos de infraestrutura para o país. Assim, observou-se, também, que nos últimos anos, ampliou-se o investimento privado em algumas áreas da infraestrutura.

Porém, a grande maoria dos projetos de infraestrutura no país, hoje, são alavancados pelos financiamentos concedidos pelo BNDES. Pois, mesmo que hoje haja uma oferta crescente de recursos do setor privado para infraestrutura, isso não significa, entretanto, que este dinheiro mais abundante seja mais barato.

O investimento em infraestrutura implica na compra de bens de longa durabilidade e grande porte. Por suas características, têm um preço de oferta alto, envolvendo escalas mais elevadas do que a da maioria dos projetos industriais. Além disso, o período médio de construção de obras de infraestrutura é muito mais longo e se a construção não for concluída, o que foi montado não será passível de ter um uso alternativo.

Os financiamentos podem ser tanto tanto para máquinas, para materiais ou mesmo para as contrutoras responsáveis pelo empreendimento. Para isso existem regras e financimentos específicos para cada finalidade exigida pelo empreendedor.

A partir de diversas linhas de crédito, o BNDES está presente em toda a cadeia da construção civil, considerando desde fornecedores de materiais, componentes, sistemas construtivos e, inclusive, as contrutoras. Há, no entanto, um programa específico, o BNDES Construção Civil, que está adaptado às necessidades do ramo.

Com o objetivo de financiar projetos de diversas naturezas, o BNDES foi criado para contribuir no desenvolvimento econômico e social do Brasil. Além disso, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o BNDES também conta com duas subsidiárias integrais: a FINAME (Agência de Financiamento Industrial) e a BNDESPAR (BNDES Participações).

Dependendo da modalidade de apoio solicitada, os financiamentos com o BNDES para a construção civil podem ser realizados por meio de dois tipos de operação: operação direta, realizada diretamente com o BNDES; e operação indireta, realizada por meio de instituição financeira credenciada ou pelo uso do Cartão do BNDES. Geralmente, os financiamentos de valores acima de R$ 10 milhões são realizados diretamente com o BNDES, sendo as condições de financiamento das linhas de crédito variáveis de acordo com o porte da empresa. Lembrando também que a taxa de juros final também está vinculada com a forma de apoio:

Operação direta: custo financeiro + Remuneração básica + Taxa de risco de crédito.

Operação indireta: custo financeiro + Remuneração básica + Taxa de intermediação financeira + Remuneração da instituição financeira credenciada.
BNDES Construção Civil

O Programa BNDES Construção Civil é dividido em dois subprogramas: BNDES Qualidade Construção e BNDES Construção Industrializada, sendo o primeiro voltado a promover o patamar de qualidade das empresas da cadeia de produção do setor de construção civil, e o segundo destinado a promover investimentos em ampliação da capacidade de produção das empresas fabricantes dos sistemas construtivos industrializados.

O BNDES Qualidade Construção financia itens como softwares; capacitação; serviços de avaliação da conformidade; serviços de qualificação de empresa; estudos e projetos; obras civis; móveis e utensílios; montagens e instalações; e máquinas e equipamentos nacionais. Já o BNDES Construção Industrializada financia obras civis; móveis e utensílios; montagem e instalações; máquinas equipamentos nacionais; capacitação e capital de giro.
BNDES PEC

Este programa permite que empresas com contratos com a administração pública, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, adquiram capital de giro. O valor máximo de financiamento deve ser o menor entre as seguintes opções:

- R$ 200.000.000,00 por beneficiária, considerando as opções de análise aprovadas e contratadas;

- 20% da Receita Operacional Bruta anual do último exercício fiscal;

- 20% do valor estabelecido em contrato com a administração pública no âmbito do PAC.

As operações de financiamento poderão ser realizadas de forma indireta, por meio de uma instituição financeira credenciada, ou pelo próprio BNDES. Porém, neste último caso, o valor das operações de financiamento deverá ser superior a R$ 30 milhões.
Cartão BNDES

O Cartão BNDES é um produto que visa a apoiar os investimentos das micros, pequenas e médias empresas, baseado no conceito de cartão de crédito, financiando a aquisição de produtos e serviços de forncedores credenciados.

Programa de Bens de Capital Usado – BK Usados

Este fprograma permite o financiamento para a aquisição de ônibus, caminhões, chassis, caminhões tratores, carretas, cavalos-mecânicos, reboques, semirreboques, entre outros, de fabricação nacional.

BNDES FINAME – Linha de Financiamento de Máquinas e Equipamentos

Financiamentos para produção e comercialização de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional, credenciados pelo BNDES.
Fonte: sites: BNDES;
Caixa Econômica Federal;
Ministério da Fazenda.
Data de publicação: 11/11/2013