Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Obras de expansão Aeroporto JK usarão estruturas metálicas
Consórcio que administra terminal faz balanço de três meses do contrato
Nos últimos três meses, já foram investidos R$ 200 milhões em obras no Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek, em Brasília. Segundo o Consórcio Inframerica Aeroportos, vencedor do leilão para operar e ampliar o terminal, até a Copa do Mundo, o investimento total será de R$ 750 milhões.

O Consórcio Inframerica assume completamente, nesta sexta-feira (1º), a operação do Aeroporto JK, dando por encerrada a fase final de transferência operacional iniciada em 1º de dezembro de 2012. Nesses três primeiros meses, o consórcio assumiu o aeroporto, com supervisão da Infraero. Com o final da fase de transição, a Infraero continua no negócio como sócia do Consórcio.

Arevitalização nos terminais existentes segue com reforma da cobertura, de banheiros, conserto e manutenção de escadas rolantes e elevadores, limpeza e pintura da estrutura metálica do saguão principal, melhoria dos serviços dos carros de bagagem, melhoria das pontes de embarque existentes com pintura e troca de forro e piso, polimento do piso em granito, entre outros.

Todas as escadas rolantes e elevadores passaram por avaliação técnica e foram investidos R$ 450 mil em reposição de peças. Além disso, foi firmado um contrato com a Otis para que uma equipe de manutenção esteja no aeroporto para constante manutenção e conserto.
De acordo com o Consórcio, o aeroporto também já conta com novos carrinhos de bagagem: 500 que estavam fora de circulação foram reformados, 250 novos já foram entregues e outros 750 estarão à disposição dos usuários ainda neste primeiro semestre. Com isso, o total de carrinhos passa de 2.500 para 4.000.

Até a Copa do Mundo, serão 15 novas pontes de embarque. O número de fingers, portanto, vai passar de 13 para 28. As obras do terminal sul para a implantação destas novas pontes estão em andamento, na fase de fundações. Antônio Droghetti, diretor-executivo do Consórcio Inframerica, explica que muito trabalho também é feito fora do terminal.

Os fingers, por exemplo, são pré-moldados e já estão em fabricação. Isso agiliza muito a obra.

Após a fase de fundações, começa a etapa de colocação das estruturas de concreto e dos fingers pré-moldados. O lado sul da ampliação terá dez novas pontes de embarque. As outras cinco pontes estarão no lado norte, conectadas ao atual satélite do aeroporto. No total, o Consórcio está adquirindo 20 novas estruturas de embarque, isso porque algumas serão trocadas. Todas as pontes de embarque que continuarão em operação passarão por reformas completas.

A empresa esclareceu que, até 2014, o estacionamento irá dobrar, alcançando três mil vagas disponíveis; a entrada do aeroporto ganhará novas cobertura e pista. As obras de expansão aumentarão a sua capacidade de cerca dos atuais 16 milhões de passageiros para 20 milhões, chegando a 41 milhões na fase final da concessão, que dura 25 anos.
Fonte: R7
Data de publicação: 07/03/2013