Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Três novos projetos do Arq Siegbert Zanettini utilizam estruturas metálicas
Colégio Santa Catarina - Mooca - SP

Situado no bairro da Moóca, o Colégio Sta. Catarina solicitou à Zanettini Arquitetura o projeto de ampliaçăo de suas instalaçoes, com acréscimo de salas de aulas, e equipamentos de apoio, como auditório, ginásio, e estacionamento.

Entre as diretrizes apresentadas pelas irmãs, que acompanharam atentamente todo o andamento do projeto e obras, a construção deveria permitir o funcionamento do colégio sem grandes transtornos. Assim, optou-se pela estrutura metálica e painéis pré-moldados de concreto para fechamento externo, onde o período de maior ruído - a cravação dos perfis do subsolo, poderia ser realizado durante o período de férias escolares. A partir de então, todo o restante da edificação seria montada, com auxilio de uma grua, que permaneceu no canteiro durante toda a obra.

Outra informação importante, era a necessidade de permitir que o bloco existente que abrigava o pré, situado na área a ser ocupada pela nova construção, pudesse ser utilizado durante o período de obras, até que os alunos fossem transferidos para as salas novas. Com isso, optou-se por dividir a obra em duas etapas, isolando o canteiro do restante do colégio e iniciando-se pelo bloco das salas de aulas.

Este bloco é composto por um grande pátio coberto no térreo e salas de aulas do pré - para que as crianças de pouca idade não tivessem a necessidade de subir escadas - além de três pavimentos de salas de aulas, todas dimensionadas para abrigar até 40 alunos. O subsolo abriga, além do estacionamento, as instalaçoes de apoio aos funcionários. Neste bloco, a estrutura metálica foi totalmente encoberta pelos painéis pré-moldados de concreto da fachada.

A segunda etapa de obra iniciou-se com a demolição dos blocos existentes já desocupados. Abrange o restante do subsolo, a continuação do pátio coberto e a nova entrada dos alunos no térreo, um auditório para 400 pessoas no 1o. pavimento, o ginásio coberto com pé direito triplo no 2o. pavimento, e outra quadra poliesportiva com pé direito duplo no 5o. pavimento. Quando finalizada a obra, estes pisos terão ligação direta com o primeiro bloco construído. Desta vez, a estrutura metálica fica aparente nas fachadas, para compor esteticamente com o fechamento da quadra superior.

Esta segunda etapa da obra teve início em janeiro, e estará pronta para ser utilizada pelos alunos já no ano de 2003. Esta rapidez da obra está sendo possível pela utilização de componentes que, por sua característica de pré-fabricação, virão ao canteiro de obras já prontos para serem montados, dentro de um cronograma cuidadosamente estudado.

Assim, durante a construção das cortinas de concreto do subsolo, único trecho moldado no local, é possível o início da fabricação da estrutura metálica, das pré-lajes dos pisos, e dos painéis de fachada, criando uma obra totalmente planejada e limpa, onde as entregas dos diversos fornecedores serão feitas no momento exato de sua utilizaçăo na obra.
Sede Centro Virtual de Cultura, Escola do Futuro, na USP

Sua estrutura será em aço e vidro devendo ocupar uma área total aproximada de 4.663m² de construção em três andares.

O Centro Virtual em aço terá excelente localização em meio às conhecidas edificações somente em concreto da USP. Será uma oportunidade de mostrar o quanto o uso do aço agrega valor quando unem a plasticidade as possibilidades estruturais.
Oftalmo Center Ribeirão Preto Ltda, Ribeirão Preto - SP

O Oftalmocenter será construído em um bairro novo de Ribeirão Preto, o loteamento Nova Aliança, que deve se constituir em um pólo de serviços, abrigando um shopping center, uma universidade e outras clínicas.

O edifício tem dois pavimentos e situa-se em um terreno de esquina, contando com acessos por duas ruas. O acesso principal se dá pelo nível mais alto, que abriga a recepção, os consultórios, as salas de cirurgia e os quartos de internação. Há outro acesso pelo nível mais baixo, onde estão localizados os setores administrativos e de apoio, além do estacionamento.

Todo o edifício tem estrutura metálica aparente, que segue a modulação de 7,5 x 7,5m. Um grande quadrado com cobertura em sheds, na parte central do edifício, permite a iluminação natural de boa parte do nível superior.

O projeto de ampliação da clínica prevê um edifício independente, também em estrutura metálica, que abrigará consultórios, clínicas e outras atividades ainda não previstas no programa inicial.
Fonte: Siegbert Zanettini Arquitetura
Data de publicação: 16/11/2009