Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Mercado do Peixe - Angra dos Reis, RJ
Exibindo um dos cenários mais bonitos e exóticos da costa brasileira, onde a Serra do Mar encontra o Atlântico, a região da Costa Verde, localizada no Estado do Rio de Janeiro, tem mais de 2 mil praias e quase 400 ilhas protegidas pela restinga de Marambaia.

As águas, em várias tonalidades de verde, são ideais para a prática de qualquer modalidade de esporte aquático. Nesta região, uma das principais atrações é Angra dos Reis, cujas ilhas atraem turistas de todo o Brasil.

Com aproximadamente 160 mil habitantes e localizada a 155 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro,Angra se destaca por suas belezas naturais, que atraem turistas do Brasil e do exterior durante o ano inteiro. A Ilha Grande, um dos principais destinos turísticos, foi eleita em 2007 como uma das sete maravilhas do estado do Rio de Janeiro.

A economia da cidade tem como principais pilares o comércio - maior empregador do município -, o Estaleiro Brasfells – atualmente com 8 mil trabalhadores –, o terminal aquaviário para transporte de petróleo da Petrobrás, o complexo nuclear de Itaorna e o porto, que impulsionaram o progresso local nas últimas décadas.

Na língua portuguesa, Angra designa uma enseada largamente aberta, com costas altas. Tendo seus descobridores aqui chegado no dia de Reis de 1502, este lugar paradisíaco recebeu o nome de Angra dos Reis.

Ali, bem no Centrinho Histórico de Angra, foi inaugurado em 2008, o Oyster Bar, projeto arrojado do arquiteto Sabóia. Cobrindo uma área aproximada de 500 m2, e apoiada sobre uma estrutura tubular metálica, a cobertura em membrana é uma evidência na cidade.
Estrutura Metálica Tubular:

A estrutura metálica é apoiada em 8 pilares de concreto, e é formada por 4 pontos de cumeeira e 8 vértices, constituídos por tubos em balanço. Nesses braços em balanço a máxima compressão atinge 243 KN ( e momento fletor de 103 KN), devido a ação do vento.
A membrana é apoiada sobre 2 arcos metálicos calandrados com raios de curvatura da ordem de 7,50 m, e tensionada nos vértices.
Os arcos se cruzam e se unem no cruzamento através de um diafragma em chapa metálica, projetado para sugerir a cauda de um peixe. Esse diafragma foi necessário na concepção estrutural, pois a máxima tensão nos arcos atingia 171 Mpa, o que inviabilizava a compra dos tubos disponíveis no mercado, quanto a preço e prazo. Com a utilização do diafragma, a tensão caiu para 80 Mpa, possibilitando a utilização de um tubo de 8”.
Protótipo:

O projeto foi inicialmente validado pelo estudo detalhado do protótipo confeccionado em escala 1:10, o que comprovou a viabilidade e eficácia do sistema.
Já com a forma da membrana definida e validada, os cálculos estruturais para a membrana foram desenvolvidos, considerando-se carregamento devido a retesamento e ação do vento ( lateral e longitudinal) de acordo com a NBR-6123/99.
Cáculos da Membrana e Interfaces:

Para o máximo valor de tração da membrana, da ordem de 18 KN/m foi especificada a membrana alemã importada da Mehler tipo I, com tensão nominal de 60 KN/m, porém com reforços nas cumeeiras. A escolha desta membrana também se pautou pelas exigências deste tipo de projeto: garantia de 10 anos e propriedades fungicidas, antioxidantes, bloqueio contra raio UV e auto-extinguível.

Os resultados da análise de estabilidade, revelou que o máximo deslocamento da membrana é da ordem de 1m devido a ação do vento longitudinal.

A interface entre a membrana e a estrutura metálica foi feita pelos cabos de de aço para resistir esforços de 110 kN para as bordas e 120 KN para os estais. Foram utilizados cabos de 7/8” com suas terminações em laço fixo e de campo nas sapatilhas pesadas, e os mesmos foram acoplados aos sistemas de tensionamento, especialmente estudadas para o caso.

Estruturalmente a cobertura é composta também de um cabo de aço embutido na membrana, paralela aos arcos. Para que o sistema de cabos deslizasse adequadamente durante a montagem, foi colocada cantoneiras de nylon nas 4 extremidades superiores dos arcos, usinadas de acordo com a necessidade mostrada no projeto em 3d, oferecendo assim uma perfeita proteção para a membrana e para o atrito com os cabos de aço.

Montagem da Membrana:

A montagem da estrutura foi executada através de 2 caminhões Munck, em 1 semana de trabalho.
Ficha Técnica

EXECUÇÃO: TECNO STAFF ENGENHARIA E ESTRUTURAS LTDA
- Eng responsável Rita de Cássia Antunes Bose
Cliente: PREFEITURA DE ANGRA DOS REIS
Construção: CONTRATE DE ANGRA
- Eng responsável Sergio N. Paiva
Arquitetura: - Arqto Responsável José Octacílio de Saboya Ribeiro
Fornecedor: MEHLER TEXNOLOGIES

Equipe Técnica :
- Eng Ruy Marcelo de Oliveira Pauletti
- Eng Julio Ushiro
- Eng Edson Barros
- Helson Batista Amâncio
- Rafael Cândido Strongen
- Eng Rita de Cássia Antunes Bose

Colaboração:
Rita Bose... SOB TENSÃO... Sua coluna sobre Tensoestruturas. Tel.: (11) 4153-5853. Engenheira civil e mestre em engenharia pela Escola Politécnica da Usp, proprietária da Tecno Staff Engenharia e Estruturas Palestrante sobre Tensoestruturas ( www.tecnostaff.com.br).
Data de publicação: 09/11/2009