Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Tubos, em PPR, boa alternativa ao cobre nas tubulações de água
A tubulação de cobre é velha conhecida dos construtores pelo seu uso nas instalações prediais de água quente. O cobre em si é um excelente material, mas é caro e difícil de trabalhar pois precisa ser soldado com estanho, num processo que demanda muita habilidade para não comprometer a qualidade do serviço. Os tubos em PPR vieram para fazer frente ao cobre na mesma função, e com algumas vantagens.
Apesar de ter sido lançado recentemente, o PPR já está substituindo tubulações em cobre nas obras das principais construtoras do país como Gafisa, Cyrela, Líder, Matec, Goldsztein, RJZ e Plaenge.

A linha PPR é composta por tubos com comprimentos comerciais de quatro metros e conexões disponíveis nos diâmetros de 20, 25, 32, 40, 50, 63, 75 e 90 mm. Permite realizar de instalações hidráulicas das mais variadas formas, com um excelente resultado no tempo de aplicação. A união entre as peças é feita pelo processo de termofusão, o que significa que tubos e conexões se fundem molecularmente a 260°C,passando a formar uma tubulação contínua para a segurança total do sistema dispensando o uso de solda, roscas e colas.

O Polipropileno Copolímero Random - Tipo 3, ou PPR, é uma resina de última geração e o que existe de mais moderno em condução de água quente. O PPR superou diversos testes nos mais avançados laboratórios e também as mais exigentes condições de uso em países europeus como Alemanha, Itália e Holanda, que utilizam a solução com sucesso há mais de 25 anos. Além de ser resistente a temperaturas muito acima das exigências das normas técnicas brasileiras, ou seja, picos de até 95ºC, o PPR é atóxico e proporciona menor perda de carga. A baixa condutividade térmica conserva a temperatura da água transportada por mais tempo, evitando a transmissão de calor para a parte externa do tubo, o que dispensa a necessidade de isolamento térmico.

Com essas características, o PPR agiliza o processo de instalação e, conseqüentemente, reduz o tempo de execução da obra, quando comparamos com uma instalação tradicional em cobre. O material feito em PPR é projetado para durar mais de 50 anos sem apresentar qualquer tipo de corrosão ou perfuração das tubulações, conforme as mais rigorosas normas europeias (ISO 15874).

A linha PPR é recomendada para residências, edifícios residenciais e comerciais, hotéis, restaurantes e instalações que tenham alta exigência de desempenho e durabilidade, como hospitais e centros médicos. Diante da excelente resistência à pressão, ataques físico-químicos e absorção de vibrações e movimentos, também pode ser utilizada em larga escala para condução de fluidos em embarcações e em instalações industriais.
Outros benefícios do PPR:

• É livre de incrustações, por ter paredes internas muito lisas
• Livre de corrosão, não oxida e tem boa resistência física
• Não requer isolamento térmico, pela reduzida transferência de calor para a parte externa do tubo
• Melhor Isolamento acústico que o cobre
• É atóxico, podendo ser utilizado em hospitais, centros médicos e na indústria naval
• Mais flexível que o cobre, podendo ser instalado com curvas longas e desvios
• Instalação fácil e rápida
• Preço menor. Uma instalação completa para água quente em PPR custa aproximadamente 20% menos que a mesma instalação em cobre.
• Garantia total das juntas entre tubos e conexões, pois não há união entre tubos e conexões, mas sim termofusão que forma uma tubulação contínua para a segurança total do sistema
• Baixa atração para os ladrões, diferente do que acontece com o cobre
• Não é necessário fazer aterramento da tubulação para proteção contra raio

O PPR veio para ficar, podendo substituir o cobre, com vantagens, na maioria das situações da construção civil.
Fonte: IBDA
Data de publicação: 21/08/2012