Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Estádio Beira Rio – Porto Alegre
Com uma cobertura em formato de folhas e a fachada remodelada nas cores do Sport Club Internacional, o Beira-Rio, em Porto Alegre, foi totalmente modernizado para a Copa do Mundo de 2014.
Localizado em uma área privilegiada às margens do Guaíba e circundado por duas grandes vias de acesso, o antigo estádio passou por uma reforma que durou 24 meses e teve investimento de R$ 330 milhões, com financiamento federal de R$ 275,1 milhões via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O novo Beira-Rio tem capacidade para 50 mil torcedores.

O projeto de reforma e ampliação manteve a estrutura principal do Beira-Rio, com a modernização das arquibancadas e das instalações para o público em geral, áreas VIPs, troca dos sistemas elétricos e hidráulicos, complementação dos sistemas de informação, substituição do gramado (com modificação do sistema de drenagem), construção da cobertura com estrutura metálica e membrana, além da construção de um edifício-garagem.
A estrutura das rampas de acesso à arquibancada superior foi mantida em concreto aparente no intuito de valorizar a composição existente dos pilares e vigas inclinadas. Destaque e distinção maiores foram dados ao acesso da zona mista, onde o trecho de fachada é revestido com uma pele de vidro.

A cobertura é formada por 65 módulos, em formato de folhas, e cobre todos os lugares do estádio, inclusive as rampas e acessos aos portões. Os assentos, retráteis e com rebatimento automático, estão dispostos de maneira a garantir mais espaço para a circulação dos torcedores
A torcida passa a ficar mais perto do gramado: a distância da arquibancada até a marca de escanteio é de 9,7 metros, tendo avançado 15 metros em relação ao projeto anterior. O público conta com 17 acessos, sendo dois construídos especialmente para cadeirantes. Com isso, mesmo que esteja lotado, o Beira-Rio pode ser completamente evacuado em oito minutos. São 130 catracas para a entrada dos torcedores e 14 torres de circulação. Há cinco mil vagas de estacionamento à disposição, das quais três mil são cobertas.
Ao todo, o local conta com 81 banheiros, sendo 31 femininos, 31 masculinos, oito infantis e quatro destinados a pessoas com necessidades especiais. Além disso, há dois banheiros integrados aos vestiários e outros para atendimento às lojas, imprensa e cabines de controle.
Mais conforto e preocupação com a sustentabilidade

Para garantir o espetáculo, o projeto do novo Beira-Rio também se preocupou com o conforto dos jogadores, comissões técnicas e árbitros. O gramado atende a padrões internacionais de qualidade, com grama natural do tipo Bermuda Tifgrand, que possui maior resistência às baixas temperaturas e ao pisoteio. Os sistemas de irrigação e drenagem foram modernizados. O campo de futebol tem dimensões de 105 metros por 68 metros e foi reposicionado em relação ao antigo estádio, ficando mais centralizado em quatro metros.

O nível de iluminação da arena tem características próximas às da luz do dia. Os novos vestiários, mais amplos e bem estruturados, são iguais para o time mandante e o visitante. Há vestiários exclusivos para os árbitros.

Monitoramento da qualidade do ar, economia de energia, cobertura auto-limpante, irrigação inteligente do gramado e reutilização da água da chuva agora fazem parte do dia a dia do estádio.

De olho na certificação ambiental LEED, concedida pelo Green Building Council para construções verdes, o Beira-Rio apostou na sustentabilidade desde a primeira fase da obra. Várias ações foram tomadas para que o estádio de Porto Alegre se destaque também pela consciência ambiental.

Um plano de prevenção de poluição do solo e do ar foi implementado, com o objetivo de reduzir a poluição proveniente das atividades de construção, controlando a erosão do solo, o assoreamento dos cursos d’água e a geração de poeira na vizinhança.

Também foi implementado um planejamento para gerenciar a qualidade do ar interno durante as etapas de construção da obra e pré-ocupação do empreendimento, para evitar a contaminação das instalações de ar condicionado, melhorar as condições de trabalho e prevenir riscos à saúde de operários e torcedores.

Do total de resíduos gerados durante a obra, 75% foram destinados para reciclagem ou reaproveitamento. Durante as obras, optou-se pela utilização de materiais com baixa emissão de compostos orgânicos voláteis.

Nos banheiros, foram instalados mictórios a seco e sanitários com controladores de vazão de água e fechamento automático. Tanto torneiras quanto duchas serão do tipo hidromecânica, reguladas em razão da pressão no ponto acionado na válvula.

Cobertura

O material usado na cobertura reduz as ilhas de calor para minimizar o impacto no microclima e no ambiente urbano. A membrana é composta por tecido de fibra de vidro e teflon. "Autolimpante", a membrana também reduz a absorção do calor. As 65 folhas estruturais têm uma parte translúcida que permite a entrada de luz natural. O material tem durabilidade superior a 30 anos, podendo suportar temperaturas de 200 graus negativos a 260 graus. Há também um efeito estético secundário de demarcação da estrutura das folhas e realce da concepção arquitetônica.
A água da chuva que cair na cobertura é coletada por um sistema de captação e reutilizada nos sanitários, auxiliando, desta forma, na diminuição do consumo de água do estádio. A irrigação do gramado é toda automatizada, o que evita gastos excessivos de água.
“A cobertura tem uma estrutura metálica gigantesca e ela mesma sustenta seu peso. Ela está muito pouco apoiada no estádio. Estamos numa região de muito vento, de muita chuva, então ela foi toda estudada para que comporte esse movimento – há, inclusive, amortecedores para isso”, explica a gerente de tecnologia do Sport Club Internacional, Carla Ritter.

Energia elétrica e Iluminação

Ao todo, são 16 transformadores distribuídos em oito subestações. Os novos equipamentos têm uma potência total de 7,8 MVA - isto é, são capazes de fornecer energia para uma cidade de cerca de 40 mil habitantes. Os transformadores são a seco, compactos e encapsulados em IP21, o que dá uma grande segurança para operação e manutenção. O estádio possui mecanismos de controle de energia elétrica.

Para garantir uma iluminação de qualidade, principalmente nas questões de televisionamento, foram instalados 404 projetores EF 2000 de 2 mil watts de potência. O nível de iluminação do Beira-Rio terá características próxima à da luz do dia, tornando as cores mais vibrantes e sem sombras.
O Estádio foi programado com espaços comerciais com um mix dividido entre alimentação, serviços, conveniência, artigos esportivos e um museu: com seis níveis, o novo Beira-Rio possui várias áreas de convivência e espaços multiuso.

No nível 1 estão os espaços comerciais, onde sera instalado o Street Mall, como foi definido o projeto do Shopping. Circundando o estádio por rua interna, contará com 44 lojas, divididas em módulos entre 65m² e 650m², que podem ser ampliadas com mezaninos. O espaço comercial terá área total de 2.680 m². Com acesso fácil e grande visibilidade, a rua terá zoneamento próprio, programação visual e sinalização diferenciadas e terá seu mix dividido entre alimentação, serviços, conveniência e artigos esportivos: serão restaurantes, lanchonetes, agências bancárias, farmácias e lojas com produtos esportivos, entre algumas das atrações. A abertura da área está prevista para outubro de 2014, após a Copa do Mundo.

História preservada

No térreo, também vão ficar localizados o museu, com a história do Internacional e do estádio, e um Centro de Atendimento ao sócio. O público poderá circular por quase todo o anel. O Museu do Inter - Ruy Tedesco - terá 1.200 m². Os torcedores poderão encontrar centenas de documentos históricos da trajetória do Inter de 1909 para cá. São troféus, atas, flâmulas, fotos, vídeos e entrevistas.
No nível 2, com um amplo pé direito, estão os mezaninos, opção que as lojas contam para ampliar seu espaço. No terceiro nível ficam os espaços VIP, com 5 mil cadeiras na tribuna inferior oeste e mais um lounge VIP com restaurante. Também é neste nível que será instalada a sala do Conselho Deliberativo do Internacional, além da área administrativa e jurídica do clube.

Experiência plena

Skybox

Seguindo o mesmo padrão dos melhores estádios do mundo, o Skybox é um espaço projetado para tornar a experiência do torcedor ainda mais especial. A estrutura perfeita para reunir amigos e também trabalhar o relacionamento com clientes, prospects e parceiros de negócios.

A localização é privilegiada e com visão panorâmica do estádio. São no total 55 skyboxes, com capacidade para 24 pessoas cada, totalizando 1320 torcedores, a uma altura aproximada de 24 metros a partir do nível do gramado (altura da cobertura é aproximadamente 34 metros). Conta com sala de estar climatizada e possibilidade de decoração personalizada. Na área externa, os assentos são rebatíveis e acolchoados. Kits com Snacks & Soft Drinks estão incluídos e 6 vagas de estacionamento para cada Skybox com acesso independente para o Premier Club.

Os camarotes, sendo 36 suítes na tribuna oeste e 34 na tribuna leste, ficam no quarto nível, que permite circulação de 360º. Haverá um corredor que conecta todos os 59 reservados e 70 suítes. Os torcedores de qualquer suíte ou reservado poderão se encontrar neste ambiente, antes e depois das partidas para confraternizarem.

Os reservados, que ficam atrás dos gols, são espaços ideais para empresas, grupos de amigos e família. Nos reservados a venda se dá por cadeira. O local tem ambiente climatizado, serviço de bar e restaurante. Cada reservado tem 12 cadeiras.
No alto, as skyboxes. Entre as arquibancadas superior e inferior, o espaço dos camarotes
No nível 5, há mais quiosques para pontos de venda de lanches, anel de circulação, além de sanitários masculinos, infantis e femininos. O nível 6 é a área dos Skyboxes e do Centro de Comando e Controle, que foram montados sobre estrutura metálica no local onde havia as antigas marquises o que permite uma visão privilegiada do campo e do estádio.
Acesso às áreas vip

O torcedor que estacionar no edifício-garagem conta com uma rampa coberta de acesso que sairá do edifício até o nível de acesso às áreas vip. O Lounge Vip/ Restaurante (Nível 3) tem uma área total de aproximadamente 763 m², conta com uma estrutura de sanitários exclusiva de aproximadamente 135 m².
Área VIP pode ser acessada por passarela ligada ao edifício garagem


Tecnologia

O estádio é todo controlado por 21 salas técnicas com equipamentos de ponta e rede IP de alta performance. O controle predial é feito todo do Centro de Controle e Comando de Operações que nele concentra o comando de horários para acendimento das luzes, bombas de irrigação, nível de tanques, temperatura de salas e ambientes, som, telão, catracas e o sistema de monitoramento que é capaz de identificar cada torcedor dentro do estádio.

Evacuação rápida

Com oito portões de acesso no setor inferior, dois no superior e 14 novas torres de circulação, o Beira-Rio lotado poderá ser completamente evacuado em apenas oito minutos.
Torre com escadas possibilita rápida evacuação do estádio
Ficha Técnica
Nome oficial: Estádio José Pinheiro Borda
Projeto de Arquitetura: Hype Studio; Arquitetos Fernando Balverdi, Gabriel Garcia e Mauricio Santos
Projeto Executivo: Santini e Rocha Arquitetos (gerenciamento técnico e detalhamento);
Projeto Estrutural: Simon Engenharia (cálculo estrutural de fundações e estruturas de aço e de concreto)
Membrana tensionada: Birdair Inc (Consultoria Técnica / hightex ( Projeto executivo)
Construtora: Andrade Gutierrez
Consultorias: Daniel Filippon (elétrica e hidráulica); Maristela Kuhn (gramado)
Área do terreno: 305.470 m²
Área construída: 171.082 m²
Construção: 2010 / 2014

Veja Também :
Os detalhes da cobertura do Beira Rio
Entrevista com Eng. Charles Simon : Beira-Rio suportará ventos de até 170 km/h
O projeto da Hype Studio - Estadio Beira Rio
Estádio Beira-Rio recebe certificação LEED Prata de sustentabilidade
Fonte: Fonte: Portal da Copa /Hype Studio / Site oficial Sport Club Internacional / Archello
Fotos: Paulinho Mendes (Portal da Copa) / Hype Studio / Archello (plantas e cortes)
Data de publicação: 17/06/2014