Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Após 33 meses de queda, construção civil volta a contratar

Após 33 meses de queda, construção civil volta a contratar

O setor de construção civil registrou em julho o primeiro mês de abertura de vagas formais após 33 meses de queda, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgados nesta quarta-feira. A atividade registrou 724 contratações a mais que demissões. O país teve um saldo de 39.500 vagas no período.

Apesar do resultado positivo, ainda não dá para prever o início de uma recuperação consistente do setor que é considerado um dos grandes empregadores do país.

Para o presidente do Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, o dado de julho é pequeno se comparado ao número de empregos formais na construção civil. “Um saldo de 724 em um setor com pouco mais de 2 milhões não é nada. E essa época é a de maior contratação”, explica.

Segundo Martins, as dificuldades para expansão decorrem devido ao baixo nível de investimentos, taxas de juros e falta de capacidade de investimento do setor público.

O pesquisador do Ibre/FGV, Bruno Ottoni, aponta que outro fator a ser considerado é que a construção civil é uma atividade com alto nível de informalidade. “Do ponto de vista do emprego formal, não é tão relevante”, explica.

Se a volta das contratações no setor ainda não animam muito, o pesquisador diz que a indústria da transformação mostra uma trajetória mais consistente. Esse segmento foi responsável pela criação de 12.594 vagas formais em julho. Mesmo que os números sejam baixos comparados a períodos de economia mais próxima, quando a indústria registrava saldos líquidos mensais na casa dos 100.000, a boa notícia acontece por causa do efeito multiplicador que essas empresas têm na economia. “Se uma indústria contrata, ela está produzindo mais, vai precisar de transporte, é possível que o comércio já tenha notado demanda e feito pedidos”, explica Ottoni.

Outra boa notícia é a disseminação das contratações na indústria de transformação: de 12 segmentos analisados pelo Caged, 9 apresentaram resultado positivo no mês. O destaque foi o setor de alimentos, bebidas e alcool etílico, com 7.995 contratações a mais que demissões no último mês.

Da Redação, original Veja.com.

Notícias

livro recupera a admiravel arquitetura paulista dos anos 50 e 60
ARQUITETURA
Livro recupera a admirável arquitetura paulista dos anos 50 e 60
INFRAESTRUTURA
Maior fazenda solar flutuante do mundo está em funcionamento na China
CURSOS
Tecnologia da Informação: para otimizar, integrar e impulsionar os negócios da construção
CONSTRUÇÃO CIVIL
Entenda a importância da ergonomia e legislação trabalhista em ambientes de trabalho

mercado brasileiro de drywall investe em informacao para crescer
ECONOMIA E MERCADO
Mercado brasileiro de drywall investe em informação para crescer
EMPRESAS
Lafaete desenvolve contêiner modelo para lançamento da franquia Espetto Carioca
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Tecnologia: como ter uma arquitetura de dados segura e de baixo custo
CURSOS
Com a reabertura de vagas formais, profissionais da construção civil buscam qualificação

febrava incentiva solucoes inovadoras ao premiar expositores
EVENTOS
FEBRAVA incentiva soluções inovadoras ao premiar expositores
EVENTOS
TUBOTECH 2017: feira reúne toda a cadeia de valor de tubos, no mês de outubro, em São Paulo
INFRAESTRUTURA
ABES conclama governos estaduais a auxiliarem seus municípios na elaboração dos planos de saneamento
EMPRESAS
Arouca retoma ação de marketing que leva Show Room móvel para todo o país