Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake Akzonobel abre inscrições para 2018

Arquitetos interessados têm até o dia 27 de abril para realizar a inscrição.

5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake Akzonobel abre inscrições para 2018

O Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel continuam a mapear a produção arquitetônica contemporânea, ao destacarem, pelo quinto ano consecutivo, projetos significativos construídos no panorama atual brasileiro. A relação urbana e o comprometimento com o sítio de implantação e a sustentabilidade, bem como a inventividade projetual e construtiva são os critérios fundamentais que norteiam o 5º Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel

Com a prorrogação, as inscrições (gratuitas) para essa quinta edição devem ser feitas online, até 27 de abril de 2018, no site do Instituto Tomie Ohtake (www.institutotomieohtake.org.br) no qual há informações completas sobre a premiação, como edital, plataforma de inscrição etc. Podem se inscrever arquitetos brasileiros ou estrangeiros de todas as idades que vivam no Brasil há pelo menos dois anos e que apresentem projetos construídos durante os últimos dez anos.

O júri, formado pelos arquitetos Adriana BenguelaFábio Mariz Gonçalves, José Lira, Marcos Boldarini e Priscyla Gomes, selecionará os dez trabalhos finalistas que participarão da exposição na sede do Instituto Tomie Ohtake, que estará aberta ao público de 23 de agosto a 23 de setembro de 2018. Na inauguração do evento, serão anunciados os vencedores. Cada um dos três projetos selecionados receberá uma viagem internacional destinada a um membro da equipe de arquitetos responsáveis pelo projeto.

Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel desde a sua primeira edição (2014), recebeu 519 projetos inscritos, provenientes de 19 Estados e do Distrito Federal. Na edição passada, 2017, o 1º lugar ficou com Adriana Benguela (Rosenbaum + Aleph Zero) com o projeto Moradas Infantis (Formoso do Araguaia, TO, 2015), enquanto Marcos Paulo Caldeira (MM18) foi o segundo colocado, com o Mirante 9 de Julho (São Paulo, SP, 2015), e Enk te Winkel (Vão) foi o terceiro, com o projeto Subsolanus (Cidade do México DF, México, 2015).

Sobre o Prêmio

O Prêmio é exclusivamente destinado a arquitetos brasileiros ou estrangeiros que vivam no Brasil há pelo menos dois anos e com projetos construídos durante os últimos dez anos, ou seja, entre 01 de janeiro de 2008 e o momento da abertura das inscrições. Arquitetos, escritórios de arquitetura ou coletivos de arquitetos podem se inscrever com mais de um projeto, o que contribui para demonstrar um panorama da arquitetura brasileira nos seus mais variados contextos.

Os dez projetos finalistas participam da exposição na sede do Instituto Tomie Ohtake, registrada em catálogo, e os vencedores, anunciados na inauguração da mostra, são contemplados com viagens internacionais.

Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel é resultado de uma parceria entre o Instituto Tomie Ohtake e a AkzoNobel, multinacional holandesa que atua nos segmentos de tintas, revestimentos e especialidades químicas, e se insere nas perspectivas do Instituto, enquanto instituição cultural, ao promover iniciativas no campo da arquitetura, do urbanismo, das artes plásticas e do design.

Sobre o júri

Adriana Benguela

Arquiteta, formada pela Universidade Estadual Paulista, com experiência em planejamento e coordenação de projetos de arquitetura, design e inovação, é diretora executiva da Rosenbaum. Atuou em mais de 300 projetos de arquitetura e interiores na Rosenbaum desde 1998. Sócia da Rosenbaum desde 2004, trabalha com os novos clientes na construção de modelos de negócios customizados para arquitetura, design de produto, co-branding, e projetos co-criativos. No modelo de atuação em rede que faz parte dos valores da Rosenbaum, desenvolve o modelo comercial, planejamento e a arquitetura de equipe, fazendo a ponte entre as pessoas, os projetos e os processos.

Fábio Mariz Gonçalves

Graduação pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo em 1986 e doutorado em 1999. Onde leciona desde 1989, sendo professor em regime integral desde 2009. Presidiu a Comissão de Graduação entre 2009 e 2014. Lecionou na Universidade São Judas Tadeu, no Centro Universitário das Faculdades Alcântara Machado, na Universidade Brás Cubas, Universidade Ibirapuera e coordenou o curso de arquitetura de Universidade Anhembi Morumbi. Sócio do escritório Projeto Paulista de Arquitetura entre 1989 e 2003. Tem experiência na área de projetos de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em: projeto de arquitetura, desenho urbano, urbanismo, paisagem urbana e paisagismo. Entre Julho de 2014 e Janeiro de 2017 foi Diretor do Departamento de Urbanismo - DEURB da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano - SMDU da Prefeitura de São Paulo. Entre Janeiro e Dezembro de 2016 foi Presidente da Comissão de Proteção da Paisagem Urbana - CPPU.

José Lira

Arquiteto e Urbanista, Professor Titular da FAU-USP. Realizou pesquisas de pós-doutorado em Columbia University (2009) e na École Nationale Supérieure d’Architecture de Paris (2015). Dirigiu o Centro de Preservação Cultural/ Casa de Dona Yayá da USP entre 2010 e 2014. Curador de exposições na Casa de Dona Yayá, Centro Universitário Maria Antônia, XI Bienal de Arquitetura de São Paulo e III Bienal de Design de Istambul. Autor de O Visível e o Invisível na Arquitetura Brasileira (DBA, 2017) e Warchavchik: Fraturas da Vanguarda (Cosac & Naify, 2011), editor da Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, além de co-organizador das coletâneas Domesticidade, Gênero e Cultura Material (Edusp, 2017) , Memória, Trabalho e Arquitetura (Edusp/ CPC, 2013), São Paulo: os estrangeiros e a construção das cidades (Alameda, 2011), Tempo, Cidade e Arquitetura (FAU-USP/ Annablume, 2007), e da 4a. edição de Caminhos da Arquitetura , de Vilanova Artigas (Cosac & Naify, 2004).

Marcos Boldarini

Arquiteto e Urbanista, professor universitário na Associação Escola da Cidade - Arquitetura e Urbanismo (AEC), coordena e desenvolve projetos de urbanização de assentamentos precários, habitação de interesse social, equipamentos e espaços públicos há mais de 15 anos. Autor de projetos premiados. Um dos representantes do Brasil na XII Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza, em 2010. Titular do escritório Boldarini Arquitetos Associados, com trabalhos selecionados para as bienais internacionais de arquitetura de Veneza (2002, 2010, 2012 e 2018), Roterdã (2009 e 2012), Quito (2010), Buenos Aires 2012 e São Paulo (2011, 2013), premiado nas três últimas.

Priscyla Gomes

Arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo onde concluiu seu Mestrado em Teoria e História das Artes. Atualmente é curadora associada do Instituto Tomie Ohtake, tendo curado exposições como É como dançar sobre arquitetura (2017), Coisas sem nomes (2015), E se quebrarem as lentes empoeiradas? (2015), Medos modernos (2014), entre outras. Integra a equipe de curadoria da 5 a edição do Arte/Cidade: Linha Metálica, junto a Nelson Brissac. Desde 2015, coordena o Filming Architecture , workshop acadêmico itinerante sobre a relação entre cinema e arquitetura.

Sobre a AkzoNobel

A AkzoNobel cria todos os dias produtos essenciais para tornar a vida das pessoas mais agradável e inspiradora. Como uma companhia global líder em tintas e revestimentos, fornecemos ingredientes essenciais, proteção essencial e cor essencial para indústrias e consumidores em todo o mundo. Respaldados por um legado de pioneirismo, nossos produtos inovadores e nossas tecnologias sustentáveis são concebidos para atender às crescentes demandas do nosso planeta em rápida transformação, tornando a vida mais fácil. Com sede em Amsterdã, na Holanda, estamos presentes em todo o mundo, e nosso portfólio inclui marcas conhecidas como Coral, Sikkens, International e Interpon. Consistentemente classificada como uma das empresas líderes em sustentabilidade, estamos comprometidos em energizar cidades e comunidades, criando um mundo protegido e colorido, onde podemos melhorar a vida das pessoas por meio do que fazemos.

Sobre o Instituto Tomie Ohtake

O Instituto Tomie Ohtake, fundado em 2001, é o único local da cidade dedicado às artes plásticas, arquitetura e design, com projeto arquitetônico especialmente desenvolvido para abrigar essas três expressões das artes visuais. Assim como nas outras áreas, no campo da arquitetura produz exposições, publicações e debates. Já fizeram parte de sua programação nomes, como Álvaro Siza, Gaudí, Oscar Niemeyer, Ruy Ohtake, Soto de Moura, SANAA – Sejima + Nishizawa, Thom Mayne e Vilanova Artigas. Além do Prêmio AkzoNobel, realiza o programa Arquitetura Brasileira que, por meio de mostras e encontros, a cada edição investiga a produção nacional sob aspectos propostos por curadores convidados.

Notícias

sinduscon-mg realiza o 17 congresso de materiais tecnologia e sustentabilidade na construcao
EVENTOS
Sinduscon-MG realiza o 17º Congresso de Materiais, Tecnologia e Sustentabilidade na Construção
ARQUITETURA
Obras do St. Tropez, empreendimento da Patrimar no Belvedere, estão avançadas
CONSTRUÇÃO CIVIL
Você sabe a origem e a importância do aço na construção civil?
ARQUITETURA
Aprenda a decorar apartamentos pequenos otimizando o espaço

lafaete e indicada como a maior empresa de locacao de equipamentos do pais
ECONOMIA E MERCADO
Lafaete é indicada como a maior empresa de locação de equipamentos do país
CURSOS
Prêmio de arquitetura recebe inscrições de projetos sustentáveis Share to FacebookShare to TwitterShare to Google+Share to LinkedInShare to E-mail
ARQUITETURA
Casa na árvore minimalista abriga até 4 pessoas
EMPRESAS
Concrejato finaliza restauração da Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis

redirecionando a engenharia estrutural
CURSOS
Redirecionando a engenharia estrutural
EMPRESAS
Tecnologia descontamina circuitos hidráulicos e aumenta vida útil de máquinas e veículos pesados
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Lafaete investe R$ 12 milhões em máquinas mais tecnológicas e econômicas
EMPRESAS
Produto protege portão da urina de cachorro