Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Caixa suspende contratação de unidades do Minha Casa Minha Vida faixa 1,5

Caixa suspende contratação de unidades do Minha Casa Minha Vida faixa 1,5

A Caixa suspendeu a contratação de novas unidades do programa Minha Casa Minha Vida da faixa 1,5 por falta de recursos para o programa. Nessa faixa, na qual se enquadram famílias com renda de até R$ 2.600 por mês, o governo banca uma parcela de até R$ 47,5 mil do valor do imóvel. É esse dinheiro, destinado ao pagamento do subsídio, que acabou.

A intenção do banco é retomar os financiamentos em 2019, quando o programa receberá um novo aporte. A Caixa ressaltou que, no total, o programa Minha Casa Minha Vida recebeu este ano R$ 57,4 bilhões. Até o momento, informa a instituição, foram contratados 4,7 milhões de unidades habitacionais.

O fim do dinheiro para o programa não chega a surpreender. O governo vinha desde o início do ano enfrentando dificuldades para reforçar o orçamento do programa. E contava com medidas cujo efeito no caixa ficaram aquém do estimado pela área econômica, como a reoneração da folha. Diante das dificuldades, a decisão tomada este ano foi priorizar os financiamentos na faixa 1,5, já que na faixa 1 os subsídios são maiores e, portanto, é maior a necessidade de recursos orçamentários.

Na faixa 1,5, os financiamentos são concedidos pelo prazo de 30 anos, a juros de 5%. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) financia 90% do valor do imóvel, e o Tesouro banca os 10% restantes. Na faixa 1, a parcela bancada pelo governo é bem maior. O mutuário não paga juros. A prestação é de no máximo R$ 270 por mês e o financiamento dura dez anos.

 
 
Notícias

CONSTRUÇÃO CIVIL
Otimismo da Indústria de materiais cresce em fevereiro
ECONOMIA E MERCADO
Construção peruana deve crescer exponencialmente
ARQUITETURA
Elétrica e solar, residência gera mais energia do que consome
EMPRESAS
Emccamp lança condomínio fechado em Ribeirão das Neves

ECONOMIA E MERCADO
Apesar de ainda se observar queda nas atividades, construtores mineiros permanecem otimistas
ARQUITETURA
Em dois níveis, fluxos independentes
INFRAESTRUTURA
AES Tietê inaugura primeiro sistema de armazenamento de energia do País
ECONOMIA E MERCADO
Construção quer elevar lançamentos em 30%

EMPRESAS
Lafaete pretende ampliar faturamento em 34% neste ano com serviços em steel frame
ARQUITETURA
Prédio em Goiás terá fachada de vidro capaz de gerar energia solar
ARQUITETURA
Reforma dota duplex de sala ao ar livre
ARQUITETURA
Nova ponte do Guaíba ganha prêmio nacional de sustentabilidade