Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Startup cria ferramenta para empresas economizarem na conta de luz

É mais barato economizar do que produzir energia.

Depois de conseguirem economizar o equivalente a US$ 1 milhão em energia elétrica na universidade onde faziam mestrado nos Estados Unidos, quatro jovens de São Paulo tiveram a ideia de trazer a experiência para o Brasil. Foi assim que nasceu a CUBi, uma startup que vem ajudando empresas a controlar melhor sua gestão energética, por meio de um hardware de medição próprio e uma plataforma web que analisa e apresenta, de forma clara, os dados sobre o consumo e como economizar.

Rafael Turella, Ricardo Dias, Bruno Scarpin e Tiago Justino fizeram seus mestrados no Rochester Institute of Technology, em Nova York, nos Estados Unidos. Desde então, eles procuraram estudar técnicas de gestão e a eficiência energética. “Descobrimos que a fonte de energia mais barata é a própria energia que é economizada”, explica Rafael, se referindo ao trabalho da startup, que é ensinar a controlar o consumo, desde multinacionais até pequenos negócios que estão hoje entre os 12 clientes da CUBi Energia. “É mais barato economizar do que produzir energia”, acrescenta o empresário, que é engenheiro ambiental formado em São Paulo e Espanha.

Ao retornarem ao Brasil, os quatro rapazes passaram a fazer consultoria até decidirem pela abertura de uma startup. Eles partiram então para a criação de uma ferramenta que pudesse analisar o consumo de energia, já que as empresas não tinham dados sobre o assunto. Hoje, o objetivo da CUBi é investir em um mercado de eficiência energética no Brasil e dar suporte a empresários na tomada de decisões sobre o segmento. “O que fazemos é ajudar os gestores a economizar, do grande empresário aos donos dos menores negócios”, afirma Rafael, garantindo que é possível fazer uma economia de energia de até 20%. Segundo ele, um dos grandes problemas para se ter eficiência nesta área é comportamental. “Trabalhamos muito na educação dos colaboradores das empresas”, ressalta.

Inovação

Em 2017, a CUBi foi uma das duas startups que tiveram seus projetos aprovados na fase de investimento do edital de Inovação para a Indústria, que teve como objetivo financiar o desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços. A empresa de Rafael, Ricardo, Bruno e Tiago, dois engenheiros ambientais, um mecatrônico e um cientista da computação, faz parte da Startup SP, um programa de desenvolvimento que oferece capacitação gratuita, acompanhamento de negócios e mentorias para startups.

A empresa se enquadra no 7º dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), instituição que, desde 2015, é parceira do Sebrae no fomento aos negócios de impacto social e ambiental.

Notícias

ECONOMIA E MERCADO
nstabilidade não desencoraja Indústria de Materiais de Construção
CONSTRUÇÃO CIVIL
Empresa desenvolve telhas cerâmicas integradas com placas solares
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Película para telhados substitui o ar condicionado com zero consumo de energia
INFRAESTRUTURA
1º sistema de armazenamento de energia solar inicia operação em Uberlândia

ECONOMIA E MERCADO
Pesquisa do Sinduscon-MG revela que o número de imóveis novos disponíveis para venda caiu em Belo Horizonte e Nova Lima
ECONOMIA E MERCADO
Dados do SindusCon-SP apontam alta de 2% no PIB da construção em 2019
CONSTRUÇÃO CIVIL
Ferragens Pinheiro aposta em produtos que são tendência no mercado
CONSTRUÇÃO CIVIL
Taiwan cria maior centro cultural em área coberta do mundo

maior ponte impressa em 3d do mundo e inaugurada na china
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Maior ponte impressa em 3D do mundo é inaugurada na China
CURSOS
Curso gestão de projetos na Construção Civil com base no PMBOK
EMPRESAS
Cooperativa de compras do Sinduscon-MG firma parceria com o sindicato da construção pesada
ARQUITETURA
AccorHotels lança hotel modular feito de contêineres reaproveitados