Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Cooperativa de compras do Sinduscon-MG firma parceria com o sindicato da construção pesada

Iniciativa tem como objetivo gerar mais oportunidade de negócios para o setor da construção em Minas Gerais

A Cooperativa da Construção Civil do Estado de Minas Gerais (Coopercon-MG), criada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), tem se tornado uma grande aliada para empresas do setor da construção civil retomarem o crescimento econômico. Uma das novidades, neste ano, é que as construtoras associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais (Sicepot-MG) também podem se beneficiar da iniciativa.

Segundo o supervisor operacional da Coopercon-MG, João Lopes, a parceria representa diversos benefícios para as empresas do setor. “Agora as compras podem ser feitas em volumes muito maiores, o que aumenta o poder de barganha e, consequentemente, auxilia na negociação de preços ainda mais em conta para os membros da cooperativa. Nossa expectativa com a parceria é de que tenhamos um aumento de 50% nas movimentações da Coopercon-MG em 2019”, destaca. Para participar da cooperativa e aproveitar os benefícios, as empresas associadas ao Sicepot-MG devem ter, no contrato social, o registro de atuação como construtora.

O diretor da construtora DMC, Thiago Macedo Elias, faz parte da Coopercon-MG desde a fundação e conta que, além do benefício de se obter melhores preços nas compras de insumos e materiais, ter a empresa dele como cooperada também amplia as oportunidades de negócio. “Minha empresa é de pequeno porte, mas conseguimos, por meio da Coopercon-MG, comprar materiais no mesmo valor que o de grandes construtoras. Isso nos dá competitividade até mesmo em licitações!”, diz. O dirigente também conta que a DMC constrói residências em condomínios fechados, obras prediais, além de escolas, supermercados e empresas, e graças às negociações da Coopercon-MG já conseguiu bons descontos. “Comprei elevadores de uma marca superior com valores bem melhores que os vigentes no mercado. Economizei cerca de 10 a 15 mil reais na compra, e ainda, obtive oito meses de isenção na manutenção. Ter acesso a melhores preços de materiais nos dá ganho de competitividade, pois posso oferecer melhores condições para os meus clientes”, finaliza.

Em operação desde 2017, a cooperativa reúne aproximadamente 70 das principais construtoras associadas ao Sinduscon-MG e visa obter preços mais competitivos para as cooperadas junto a fornecedores de insumos e serviços especializados, tais como, aço longo, concreto, cimento, argamassa, esquadrias de alumínio, cabos elétricos, tintas, pisos e revestimentos. Nesse período, gerou negócios da ordem de R$ 23 milhões de reais e movimentou a cadeia produtiva da construção civil no Estado colaborando para que as construtoras lucrassem.

Melhores preços estão em Minas Gerais

A Coopercon-MG, no ano de 2017, apresentou os menores preços em aço, cimento e concreto dentre todas as 16 cooperativas da construção civil do Brasil, além de ter ficado em quarto lugar em movimentação econômica no País. Em 2018, apresentou um crescimento econômico de 92% em relação ao ano de 2017, desconsiderando o item elevadores. A instituição também conta com cerca de 30 fornecedores parceiros, que somam aproximadamente 10 mil itens negociados. “Fechamos boas parcerias e bons preços. Isso prova que temos sido eficazes e temos potencial para crescer ainda mais! A cooperativa é uma oportunidade para as construtoras mineiras minimizarem seus custos e aumentarem sua produtividade”, observa João Lopes.

Notícias

CONSTRUÇÃO CIVIL
Otimismo da Indústria de materiais cresce em fevereiro
ECONOMIA E MERCADO
Construção peruana deve crescer exponencialmente
ARQUITETURA
Elétrica e solar, residência gera mais energia do que consome
EMPRESAS
Emccamp lança condomínio fechado em Ribeirão das Neves

ECONOMIA E MERCADO
Apesar de ainda se observar queda nas atividades, construtores mineiros permanecem otimistas
ARQUITETURA
Em dois níveis, fluxos independentes
INFRAESTRUTURA
AES Tietê inaugura primeiro sistema de armazenamento de energia do País
ECONOMIA E MERCADO
Construção quer elevar lançamentos em 30%

EMPRESAS
Lafaete pretende ampliar faturamento em 34% neste ano com serviços em steel frame
ARQUITETURA
Prédio em Goiás terá fachada de vidro capaz de gerar energia solar
ARQUITETURA
Reforma dota duplex de sala ao ar livre
ARQUITETURA
Nova ponte do Guaíba ganha prêmio nacional de sustentabilidade