Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Painel verde suga CO2, produz oxigênio e alga comestível

A ideia é que o material possa ser instalado desde terrenos até topo de edifícios.

Painel verde suga CO2, produz oxigênio e alga comestível

A humanidade está andando a passos rápidos para sua deterioração, é o que revela um novo relatório global feito por 145 autores especialistas. Mas, ainda há esperanças de reverter esta situação e parte da solução reside em um esforço conjunto de ações. O CicloVivo sempre traz bons exemplos de iniciativas, exemplo disso é a tecnologia BioSolar Leaf criada em Londres, na Inglaterra, para melhorar a qualidade do ar. 

Criada pela universidade Imperial College London em parceria com a startup Arborea, a BioSolar Leaf purifica o ar através da fotossíntese de plantas microscópicas, remove os gases de efeito estufa do ambiente enquanto gera oxigênio respirável. Tudo isso é feito em um sistema de cultivo que facilita o crescimento de plantas minúsculas – como microalgas, diatomáceas e fitoplâncton – em grandes estruturas semelhantes a painéis solares. A ideia é que o material possa ser instalado em terrenos, edifícios, entre outros locais.

Um ponto interessante do projeto é que os organismos que crescem nos painéis podem ser colhidos e usados ​​como alimentos. O sistema produz uma fonte de biomassa orgânica da qual a Arborea quer extrai aditivos alimentares nutritivos para produtos alimentícios à base de plantas. Apesar das microalgas já serem usadas em alimentos, de acordo com Julian Melchiorri, CEO da Arborea, os novos painéis usam um processo de produção patenteado que “torna o cultivo mais barato, mais escalável e resulta em um produto de maior qualidade”. 

Proteína sustentável

Apesar do projeto garantir que pode produzir oxigênio respirável a uma taxa equivalente a cem árvores em uma pequena superfície, o foco do projeto de Melchiorri está no sistema alimentar. Ele quer produzir mais proteína de forma ecológica, criar mais fontes de antioxidantes e corantes alimentares naturais. Ao Fast Company, ele afirmou que a poluição climática evitada pela produção de proteína com algas é ainda mais significativa do que a capacidade das algas de sugar CO2 do ar.

Ex aluno do Imperial College London, Julian Melchiorri já está instalando uma planta piloto na instituição. Acompanhe o projeto no site da Arborea.

Notícias

EMPRESAS
Lafaete apresenta projetos em congresso de construções modulares no Canadá
EMPRESAS
Sustentável desde o estande de vendas
ECONOMIA E MERCADO
Emprego na construção brasileira caiu 0,33% em março
ECONOMIA E MERCADO
Indústria brasileira do aço acredita em recuperação em 2019

o tamanho do apetite chines no brasil
EMPRESAS
O tamanho do apetite chinês no Brasil
ARQUITETURA
Casa em Níveis- Miguel Pinto Guimarães
CONSTRUÇÃO CIVIL
Resolução estabelece que serviços de Engenharia não são serviços comuns
ECONOMIA E MERCADO
Empresários mineiros da construção se mostram cautelosos

EVENTOS
Emplavi celebra 37 anos com arte e grandes realizações
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Painel verde suga CO2, produz oxigênio e alga comestível
EVENTOS
Congresso sobre pontes e estruturas traz especialistas no assunto, inclusive internacionais
CONSTRUÇÃO CIVIL
Grandes vãos e transparência com uso de aço