Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Fabricação de caixas d"água da marca Amanco por sopro

Mexichem amplia investimento em inovação e traz tecnologia inédita na América Latina na fabricação de caixas d"água da Amanco

Fabricação de caixas d"água da marca Amanco por sopro
A Mexichem Brasil, subsidiária do Mexichem, grupo líder mundial em tubos e conexões plásticas, dá seguimento aos investimentos para aumento da capacidade produtiva tendo como principal pilar a inovação, tanto em produtos como no processo fabril. O destaque desse ano será a fabricação de caixas d"água da marca Amanco por sopro, tecnologia inédita na América Latina e que garante maior qualidade ao produto, tornando-o muito mais uniforme e seguro.

A empresa investirá ao longo de três anos um total de R$ 164 milhões somente em suas duas unidades no estado de São Paulo (Sumaré e São José dos Campos), contemplando aumento de capacidade produtiva de linhas de produtos já existentes e de novas linhas, nos três segmentos de atuação da marca (predial, infraestrutura e irrigação). Os projetos são atendidos pela Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos ligadas à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo.

Esses investimentos fazem parte do aporte à Mexichem Brasil de US$ 100 milhões em três anos (desde 2013) em ativos como sinergia da aquisição da Wavin em 2012, pelo Grupo Mexichem, líder europeia em tubos e conexões. "Isso tem possibilitado mudanças conceituais e visão ampla e representa investimento com energia e mão de obra, que são todos locais", afirma o presidente da Mexichem Brasil, Maurício Harger.

Caixas d"água " Com investimentos na ordem de R$ 20 milhões (todo o projeto), a implementação do novo processo proporcionará um aumento de cinco vezes na produção de caixas d"água na planta de Sumaré, onde está instalado o novo maquinário. Importado da Europa, o equipamento possui a mais alta tecnologia do segmento. Operadores e engenheiros brasileiros de processo da empresa foram treinados por técnicos do fabricante para operar a máquina e irão multiplicar o conhecimento para que mais profissionais atuem na produção da nova linha de reservatórios em polietileno.

A Mexichem já havia, nos últimos anos, traçado a estratégia de trazer tecnologia inovadora também para o mercado de caixas d"água, considerando a expansão do setor imobiliário e a necessidade cada vez maior do uso racional da água. Além disso, no modelo de abastecimento no Brasil toda residência, nova ou antiga, tem pelo menos um reservatório para receber e armazenar a água potável da rede pública. "Com a crise hídrica, a tendência é que o consumidor se preocupe cada vez mais com o armazenamento de água e a segurança de mantê-la bem conservada", afirma Harger.

Diferenciais " A nova linha de caixas d"água, que comporá o portfólio da linha Amanco Reservatórios, atenderá todo o mercado predial, incluindo residências e estabelecimentos comerciais. Entre os diferenciais, destaque para a tripla camada, que ajuda a impedir a entrada de raios solares, minimizando o risco de proliferação de bactérias, e para a camada interna branca, que facilita a visibilidade na limpeza e conservação da água armazenada. Além disso, devido ao processo produtivo, as caixas possuem as camadas distribuídas uniformemente e maior controle na fabricação, o que traz mais resistência. O fechamento exclusivo por trava proporciona segurança e qualidade no armazenamento de água pelo consumidor. Os novos produtos estarão disponíveis com boca aberta e fechada e capacidades de 310, 500 e 1000 litros.

A fabricação está prevista para começar em abril e os novos produtos devem chegar ao varejo da região Sudeste a partir de maio. O foco nessa região, que possui a maior população do País, possibilitará atender à demanda impulsionada por novas construções e reformas e pela crise hídrica.

Apoio

Em 2014, a Mexichem passou a receber apoio gratuito do governo paulista, por meio da Investe São Paulo, para a concretização de seus investimentos no Estado. A Agência tem ajudado a empresa principalmente na orientação sobre incentivos fiscais e políticas regulatórias.

"Nosso objetivo é fazer com que a Mexichem continue prosperando cada vez mais. Para isso, estamos à disposição para agilizar os processos e garantir mais investimentos para o Estado de São Paulo. O setor da construção civil é um dos que mais gera emprego no Estado, e sua expansão gera grandes impactos na geração de emprego e renda para a população", explica o presidente da Investe SP, Juan Quirós.

Crescimento

A Mexichem Brasil espera crescer 8% em 2015, o que significa continuar a expandir mais do que a média do mercado de construção civil, como nos anos anteriores. A previsão positiva está baseada nos investimentos da empresa em aumento de capacidade produtiva e em inovação de produtos e processos, como a nova tecnologia de processo de sopro para a produção das novas caixas d"agua, novas linhas e segmentos, além de comunicação das marcas comerciais na mídia, relacionamento e capacitação profissional.

Em 2014 o faturamento bruto da empresa foi de R$ 1,74 bilhão, um crescimento de 12% em relação a 2013 (R$ 1,57 bilhão), superando o crescimento previsto para o ano, que era de 10%, e mais do que o dobro do previsto pela Abramat e FGV para a indústria de materiais de construção.

"Ainda que o cenário macroeconômico não seja favorável, nós mantivemos investimentos sustentados pela estratégia de negócios da empresa, que está fundamentada nos pilares de sustentabilidade, marca, inovação, pessoas, serviços e eficiência operacional", explica o presidente da Mexichem Brasil.

Segundo Maurício Harger, um dos diferenciais do processo de crescimento constante da empresa é a gestão de triplo resultado, voltada para uma visão de longo prazo de desenvolvimento econômico, social e ambiental. "Seguindo essa perspectiva, temos trabalhado para fortalecer as marcas comerciais da Mexichem Brasil junto ao público consumidor", finaliza.

Novo segmento

A Mexichem passará, nesse ano, a atuar em um novo segmento no Brasil, o de soluções de microdutos para telecomunicações de voz e dados e nos setores de energia e infraestrutura. A comercialização dos produtos se dará por meio da americana Dura-Line, líder multinacional produtor de tubulações de polietileno de alta densidade, que foi adquira pelo Grupo Mexichem no ano passado.

Com 19 unidades produtivas em todo o mundo, em países como Estados Unidos, México e África do Sul, a Dura-Line exporta para mais de 50 países.
Notícias

foz do iguacu tem o primeiro hostel do brasil feito inteiramente em conteineres
ARQUITETURA
Foz do Iguaçu tem o primeiro hostel do Brasil feito inteiramente em contêineres
ECONOMIA E MERCADO
Ações da PDG Realty são as mais valorizadas do ano com ganhos de 119,33%
CURSOS
Gestão de Energia, Tecnologia da Informação e Engenharia de Segurançaestão entre opções de pós-graduação no ISITEC
EMPRESAS
Portobello Shop realiza Temporada de Descontos 2017

governo federal se programa para contratar 570 mil unidades do mcmv em 2017
INFRAESTRUTURA
Governo federal se programa para contratar 570 mil unidades do MCMV em 2017
CURSOS
CBCA anuncia tema do 10º Concurso para Estudantes de Arquitetura
EMPRESAS
Construtora Tenda realiza Feirão da Virada e oferece condições especiais para imóveis em São Paulo
CONSTRUÇÃO CIVIL
Balcony Brasil apresenta: Segurança no envidraçamento de sacadas

quimatic tapmatic lanca fita isolante liquida em nova embalagem economica
EMPRESAS
Quimatic Tapmatic lança fita isolante líquida em nova embalagem econômica
CONSTRUÇÃO CIVIL
Companhia siderúrgica oferece matéria-prima para estruturas mais leves e soluções sob medida para a construção civil
EMPRESAS
Bosch lança linha de níveis a laser e câmera térmica
CONSTRUÇÃO CIVIL
Relax a perder de vista