Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo
photo

Frank Lloyd Wright e Fay Jones na internet a importância das exposições online

A exposição de 137 imagens inclui uma vasta coleção de materiais, variando de cartas pessoais entre Jones e Wright a fotografias profissionais mostrando suas obras mais proeminentes, além de um ensaio escrito pelo Professor Associado Gregory Herman.

Frank Lloyd Wright e Fay Jones na internet a importância das exposições online
Recentemente tive a oportunidade de visitar a exposição "Fay Jones and Frank Lloyd Wright: Organic Architecture Comes to Arkansas", organizada pela University of Arkansas, sem comprar um ingresso ou sequer sair de casa. Essa extensa exposição sobre a vida e obra desses dois grandes arquitetos foi possível através de uma colaboração entre a
University of Arkansas Libraries" Special Collection
e o Crystal Bridges Museum of American Art Library and Archives.

Exibições como essas fazem parte de um movimento mais amplo dos últimos anos de tornar o conteúdo de arquivos mais acessível ao público através de plataformas online. O conceito de exposição online, contudo, é ainda embrionário e há ainda muito espaço para inovação.

A exposição de 137 imagens inclui uma vasta coleção de materiais, variando de cartas pessoais entre Jones e Wright a fotografias profissionais mostrando suas obras mais proeminentes, além de um ensaio escrito pelo Professor Associado Gregory Herman. Segundo Timothy G. Nutt, chefe das Special Collections, a exposição permite que "fãs de Wright e Jones tenham uma ideia de sua relação mentor-protégé." O ensaio introdutório e o grande número de cartas e documentos do arquivo permitem-nos apreciar a vida e a obra de Wright de forma mais íntima e compreender sua influência sobre Jones. Visto por completo, o website oferece um panorama incrível da vida desses dois influentes projetistas em um formato biográfico detalhado. Contudo, assim como qualquer plataforma online, a exposição enfrenta um desafio ao emular a experiência física completa de uma exposição tradicional, com os curadores forçados a questionar como o conteúdo digital pode engajar o espectador de formas diferentes, tirando maior proveito da plataforma.

Apesar de podermos aumentar as imagens em alta resolução e vermos cada grão de poeira sobre as fotografias originais, as imagens podem parecer chapadas e sem vida quando vistas em meio digital. Embora talvez menos crucial para a fotografia que para a pintura, escultura ou arquitetura, o efeito físico e emocional de estar diante de um artefato original é completamente excluído. Além disso, em uma exposição física a arquitetura desempenha um papel fundamental, conduzindo nosso caminho pelo espaço e influenciando nossas percepções. Exposições bem projetadas envolvem o visitante a cada passo, dirigindo sua atenção para os objetos à sua frente, removendo-o momentaneamente do mundo exterior. Sem poder contar com o espaço físico, plataformas de conteúdo digital podem empregar estratégias como animações para oferecer um maior sentido de profundidade e espaço, ou experimentar com novas estruturas para compartimentalizar os vários elementos exibidos.

Ao elaborar a curadoria da exposição, o arquivista Cat Wallack "buscou organizar o conteúdo digital em uma ordem que destacasse relações específicas entre os objetos - criando uma experiência online para o espectador que se se aproxima do modo como os visitantes veriam uma exposição física." Olhando de perto, pode-se compreender relações sutis entre as imagens, no entanto, em última instância, o formato "galeria de imagens" oferece ao usuário controle completo sobre a ordem do conteúdo. Tal controle sobre a experiência de reunir informações poderia ser visto como liberador, mas com frequência nos sentimos desorientados. Em vez de uma experiência que trás consigo uma curadoria, tal "exposição" nos lembra a imensa lista de imagens de um resultado de busca na internet, onde os croquis do arquiteto são justapostos a retratos felizes de amigos e anotações manuscritas, causando a impressão de estarmos vasculhando antigas caixas no sótão de Wright. Houve claras tentativas de aproximar o tipo de experiência que o visitante encontra em um museu, mas a interface dessa plataforma particular torna a compreensão desses temas sutis ainda mais difícil.

A interface e o modo de navegar de uma imagem para outra se tornam incrivelmente importantes quando se pensa em uma exposição online como essa. Ter que rodar a página passando por várias miniaturas, clicar em uma imagem e carregar outra página para poder ver de perto se torna uma experiência incômoda e frustrante após algum tempo. Certamente essas experiência melhorará com o desenvolvimento da tecnologiade softwares e a resolução cada vez mais alta das telas que aproxima a experiência digital de uma verdadeira descrição da realidade. Somado ao avanço da tecnologia de realidade virtual e mesmo hologramas, o museu online poderá permitir que vejamos artefatos físicos sem sair de casa. Apesar das atuais insuficiências das exposições online, não podemos argumentar contra o grande valor desses recursos ao ensino e pesquisa, e a University of Arkansas e o Crystal Bridges Museum deveriam ser elogiados por sua ousada decisão de avençar esse discurso. Tornar a informação acessível para as regiões mais remotas do mundo foi um dos maiores avanços dos últimos tempos e essa exposição se mostra um primeiro passo importante ao oferecer um serviço público de tamanha qualidade.

Organização da exposição
Equipe Crystal Bridges: Catherine Petersen e Jennifer De Martino
Equipe University of Arkansas: Janet Parsch coordenou os esforços juntamente com Jason W. Dean, Angela Fritz, Deb Kulczak, Arthur Morgan, Tim Nutt, Martha Parker e Cat Wallack, curador do projeto.
Assistência e ensaio: Gregory Herman


Visite a exposição "Fay Jones and Frank Lloyd Wright: Organic Architecture
Comes to Arkansas"
aqui.
Notícias

projeto de lei obriga divulgacao de vida util de construcoes publicas
CONSTRUÇÃO CIVIL
Projeto de lei obriga divulgação de vida útil de construções públicas
EVENTOS
Em seu 14º ano na casa cor Gattai participa de dois ambientes
EMPRESAS
Construtora Tenda oferece condições exclusivas no Feirão da Caixa 2017 em São Paulo
EVENTOS
Superlógica Next discutirá o futuro da administração de condomínios

3 edicao do premio brasil galvanizado
CURSOS
3ª edição do Prêmio Brasil Galvanizado
EVENTOS
http://www .metalica. com.br/pg_ dinamica/b in/pg_dina mica.php?i d_pag=88&i d_jornal=6 467&id_not icia=11317
EVENTOS
Makino leva máquina de eletroerosão por penetração EDAF2 RAM
ARQUITETURA
NOVAS LINHAS DE PRODUTOS DA MRV ENGENHARIA ALIAM SUSTENTABILIDADE E INOVAÇÃO

financiamento de imoveis nos estados unidos e mais facil do que se imagina
ECONOMIA E MERCADO
Financiamento de imóveis nos Estados Unidos é mais fácil do que se imagina
EMPRESAS
Reymaster fecha distribuição de nova linha de iluminação em LED " PSMR
CURSOS
Em parceria com GROB/SENAI,Quimatic Tapmatic apresenta a jovens alunos do curso Técnico em Mecânica as vantagens da usinagem limpa
CURSOS
Curso Direito e Engenharia Legal