Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Cuidado, estamos em obras
Os riscos envolvidos na construção de um empreendimento
Os canteiros de obras sempre concentram alto número de trabalhadores. Os riscos para quem trabalha com construção civil não são poucos, o que torna o ramo o sétimo colocado no ranking de ocorrências de acidentes de trabalho no país.

As estatísticas que levam em conta somente a construção civil do Brasil apontam que o número de acidentes de trabalho nesta área subiu 3,5% nos nove primeiros meses de 2012 em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 904, contra 873 até setembro de 2011.

A Feller Engenharia se preocupa com esta questão, e faz questão de aderir a todas as normas e medidas que tornem este ambiente de trabalho o mais seguro possível, já que os riscos da profissão não são baixos.

As dicas para que os canteiros de obra sejam organizados, limpos e com baixo risco ajudam muito. Estas foram extraídas do manual do SESI, com Dicas de Segurança no Canteiro de Obras, cujo foco é a indústria da construção civil - edificações.

Instalações Elétricas

Merecem atenção. Devem ser manipuladas sempre por profissional qualificado e supervisionado por outro que seja habilitado. Proteções, sinalizações e advertências nunca são demais. O fusível, a chave e o disjuntor devem ser compatíveis com o circuito. Tudo deve ser muito bem aterrada.

Organização e Limpeza

Tudo deve ser muito bem organizado e armazenado em seu lugar correto, com as necessidades físicas e de circulação sendo respeitadas. Entulhos e sobras devem ser removidos.

Utilizar capacete, luvas, máscaras descartável e calçado de segurança.

Almoxarifado

Deve ser instalado em local que facilite a recepção dos materiais e a distribuição pelo canteiro; Sempre limpo e identificado; Nada deve prejudicar a circulação e acesso aos equipamentos de combate ao incêndio; Materiais tóxicos e inflamáveis precisam de cuidados específicos.

Escavações, valas e poços

Identificar previamente a existência de galerias, canalizações e cabos elétricos; Emissão de gases deve ser previamente advertida, delimitar as áreas de escavações com fitas zebradas e cavaletes, proibindo o tráfego de veículos;

Viabilizar ventilação mecânica, com ar filtrado, no local da escavação. Na interrupção do serviço, manter cobertos os tubulões, com material resistente. Tornar obrigatório o uso de cinturão de segurança, em caso de emergência; Escadas e rampas também são importantes.

Concretagem

Verificar a existência da dupla isolação, instalações elétricas adequadas à potência do equipamento, cabos protegidos contra choques mecânicos e cortes.

Plataformas

Instalar plataforma principal de proteção em todo o perímetro, a partir da primeira laje, em edificações com mais de quatro pavimentos.Plataformas intermediárias a cada três pavimentos, retirando somente após o fechamento da periferia dos pavimentos.

Colocar telas a retirar entulhos com frequência. Instalar dispositivos destinados à ancoragem e sustentação dos andaimes dos cabos de segurança para uso de proteção individual em edificações com altura superior a 12m, a partir do térreo.

Recortes de paredes e revestimento cerâmico

Realizar os recortes em local aberto, com o vento a favor do trabalhador. Dar prioridade aos cortes em via úmida para evitar a propagação da poeira;

Realizar a operação de recorte das peças com serra mármore ou riscador, apoiada na bancada.

Andaime Tubular

Instalar andaimes e montantes apoiados em sapatas sobre solo resistente, com guarda-corpo (1,20m) e rodapé (0,20cm), com toda a superfície de trabalho isenta de saliências ou depressões, e com travamento que não permita seu deslocamento ou desencaixe.

Utilizar o cinturão de segurança, tipo paraquedista, em altura superior a 2 metros, preso ao trava-queda com cabo de fibra sintética independente.
Estaca

Manter o pilão no solo quando não estiver em operação. Usar cinturão de segurança ao posicionar a estaca no capacete do pilão. Isolar a área de operação, utilizar equipamento protetor (auditivo, luvas de raspa, bota de borracha ou de couro, vestimenta, máscaras de solda, avental e mangote de raspa).

Serra Circular

Instalar coifa protetora com alavanca de regulagem, cutelo divisor, proteção no sistema de transmissão de força e no dispositivo de acionamento. Ter caixa coletora de serragem e sistema de coleta de poeira de madeira. O trabalhador deverá utilizar equipamento básico de segurança.

Transporte mecanizado de materiais

Permitir a operação somente por profissional qualificado. Sempre identificar a carga máxima permitida. Atentar ás regras no momento de estacionar. O sistema de comunicação também deve ser estabelecido (rádios, comunicadores,etc)

Grua

A grua deve ser montada, desmontada e mantida somente por profissional qualificado, operações que devem ser supervisionadas por profissional legalmente habilitado.

Deve ser operada somente por trabalhador treinado e em boas condições de saúde. O aterro, sinalização lâmpadas e outras medidas de segurança devem ser respeitadas. Atentar às velocidades e isolar áreas de carga e descarga no raio da ação da grua.

Transporte de carga com carrinhos manuais

A rampa portátil permite acesso do carrinho à carroceria do caminhão, evitando o transporte manual de carga.

Levantamento e transporte de cargas

No levantamento manual, agachar próximo á carga mantendo a coluna ereta, os pés afastados e a carga próxima ao tronco para que a força seja realizada pelas pernas. Usar dois ou mais trabalhadores para transportar cargas com peso superior a 23kg.

Equipamento de proteção individual

Cabe à empresa: Adquirir os EPI adequados a cada tarefa e fornecer gratuitamente aos trabalhadores.

Orientar, manter e treinar periodicamente os trabalhadores para o uso, guarda e conversação dos EPI;

Cabe ao trabalhador: Utilizar os EPI necessário de acordo com a tarefa a ser realizada, zelando pela guarda, limpeza e conservação.

Parasitoses intestinais

Uma questão de higiene pessoal, que deve ser mantida dentro e fora do canteiro, para evitar problemas de saúde. Lavar as mãos frequentemente, ao menos 5 vezes ao dia. Manter as unhas limpas e cortadas. Lavar bem frutas e verduras. Beber água filtrada. Evitar alimentos mal cozidos e contato com água suja ou parada.
Data de publicação: 14/03/2013