Fale conosco Anuncie Sobre o Met@lica Links Recomendados
OBRAS ARTIGOS TÉCNICOS MATERIAIS E PRODUTOS GUIA DE EMPRESAS TABELAS PROGRAME-SE NOTÍCIAS
Residência Pitangueiras
Casa sustentável com estruturas em aço e em light steel frame
Residência em Santana do Parnaíba, São Paulo, mescla diferentes estruturas de aço em projeto com forte apelo sustentável. No bloco com estrutura em perfis e vigas de aço estão as áreas sociais e dormitórios, com grandes aberturas que favorecem a iluminação e ventilação naturais
Construir uma casa sustentável que gerasse poucos resíduos na obra e que, ao mesmo tempo, obedecesse às premissas de qualidade, além de viabilizar um prazo reduzido de execução. Esta foi a intenção dos arquitetos Newton Massafumi Yamato e Tânia Regina Parma, da Gesto Arquitetura, ao escolher estruturas em aço e em light steel frame para o projeto da residência Pitangueiras, localizada em um condomínio de Santana do Parnaíba, em São Paulo.

A moradia de três pavimentos foi projetada com dois blocos integrados por jardins internos. O primeiro bloco foi construído em light steel frame e abriga as áreas de serviços. O segundo, voltado para a face leste, foi estruturado com pilares e vigas de aço e concentra a maior parte das aberturas da casa, permitindo um maior aproveitamento da luz.

"A estrutura em light steel frame, por ser autoportante, distribui a carga dos andares ao longo da base da parede inferior, que, por sua vez, está apoiada em uma laje do tipo radier", detalha Massafuni. "Já a estrutura com pilares e vigas de aço transfere a carga do bloco para as vigas de transição do primeiro pavimento, as quais são apoiadas sobre cinco pilares metálicos", complementa o profissional.

Na fachada, uma pele em madeira biossintética e aço foi aplicada para proteger a construção e o interior dos ambientes da exposição ao sol

Segundo o engenheiro Yopanan Conrado Pereira Rebello, diretor técnico da Ycon Engenharia e também responsável pelo projeto estrutural, 42 toneladas de aço foram usadas na residência. "Preferimos o aço patinável por sua resistência à corrosão e adotamos perfis de chapas soldadas nos pilares principais e arcos da cobertura. Já os perfis tubulares foram usados, especificamente, nas vigas de piso e cobertura, contribuindo para a criação das chamadas vigas vagão."

Para a vedação da residência, placas de gesso acartonado foram empregadas internamente nas salas e dormitórios, e para os locais de apoio, como a cozinha e a área de serviços, paredes autoportantes realizadas com light stell frame.

Segundo o arquiteto, a escolha pelos elementos construtivos industrializados favoreceu não só a velocidade de construção, como também trouxe mais leveza à obra. "As paredes em drywall, assim como as lajes pré-fabricadas, resultaram em uma menor carga para a estrutura, o que favoreceu a adoção de poucos pilares no projeto", diz Massafumi.

Galeria
Montagem das estruturas em aço dos dois blocos que compõem a residência: o bloco maior com perfis e vigas em aço, e o menor construído em light steel frame. Acima, à esquerda, vão com jardim interno entre os dois blocos e, à direita, aspecto da fachada e área da sala de estar.

Concepção sustentável

Para atender ao compromisso com os valores da sustentabilidade, o projeto buscou um sistema construtivo que gerasse menos desperdício de materiais, racionalizando a execução e reduzindo o prazo de obra, além de incorporar recursos como a captação e o reuso da água de chuva, a energia solar para o aquecimento de água, a valorização da iluminação e ventilação naturais e a utilização de materiais certificados e possíveis de serem recicláveis

"A opção pela construção em aço foi determinante no partido arquitetônico adotado, viabilizando as soluções propostas para as estruturas principal e secundárias por suas características de sustentabilidade e eficiência. Os pilares e vigas chegavam à obra já usinados, com a qualidade técnica e dimensões desejadas. Com isso, tivemos uma obra planejada, previsível e sem perdas", diz a arquiteta Tânia, que lembra, ainda, uma outra qualidade que ajudou a definir a escolha do material para este projeto: "Ele pode ser totalmente reciclado, caso seja necessário uma mudança de uso", complementa a profissional.

Projeto arquitetônico: Gesto Arquitetura
Área construída: 890 m²
Aço empregado: estruturas metálicas em perfis W ASTM A572, tubos ASTM A500 e chapas ASTM A36; steel frame em aço galvanizado estrutural ZAR-250
Volume de aço: 42 t
Projeto estrutural: Ycon Engenharia
Fornecimento da estrutura de aço: Cetec Indústria, Comércio e Engenharia
Steel frame: Xtructure Sistemas Construtivos
Execução da obra: Sommar Engenharia e Construção
Local: Santana do Parnaíba, SP
Data do projeto: 2007-2008
Conclusão da obra: 2008-2010
Fonte: CBCA
Data de publicação: 12/03/2015
Casas
Steel Frame
Casa Grelha
Módulos de 5,5x5,5m
apoiadas em pilares
de concreto.
--------------
Casa Viva
Vantagens e
benefícios do
sistema construtivo.
--------------
Escola no
Canteiro

Escola para
funcionários
aprenderem sobre
steel frame.
--------------
Light Steel Frame
Fundação radier,
perfis de aço e
placas cimenticias.
--------------
Mais
Residências
Casa na Mata
Estrutura metálica,
fechamento em alvenaria
e portas de vidro
-------------
Residência Pitangueiras
Projeto sustentável
mescla diferentes
estruturas de aço
-------------
Construção em aço
Residência metálica
e sustentável com
soluções ecológicas
-------------
Residência Aroeiras
Estrutura metálica,
alvenaria tradicional,
esquadrias de PVC
-------------