Conheça nossa
Loja Virtual

Policarbonato: Solução para Construção Civil

As vantagens da utilização do policarbonato, estão conquistando cada vez mais o mercado da construção civil. Versatilidade, durabilidade, leveza e outras características do produto estão fazendo com que o polímero conquiste cada vez mais novos adeptos na construção civil. Segundo Marco Pie, gerente comercial da Coberturas Zona Norte, este aumento deve se manter em todo o território nacional e internacional.

As vantagens em se usar o policarbonato são inúmeras em relação aos seus similares como vidros, acrílicos e outros plásticos. A resistência a impactos do material, por exemplo, pode ser de 30 a 250 vezes maior que o vidro, dependendo do tipo de chapa. Além disso, fatores como a facilidade de manuseio, por ser um material auto-extinguível (não propaga chama), a leveza, a possibilidade de curvatura e luminosidade do policarbonato estão ganhando cada vez mais espaço nas construções brasileiras.

Pie acredita que o mercado nacional está em franca expansão. Além das próprias características do policarbonato, o gerente acredita que atualmente o material se tornou mais conhecido e com preços mais acessíveis. "Assim é possível usar o policarbonato tanto em pequenas como em grandes obras. Deixou de ser um policarbonato1material restrito a construções faraônicas", afirma.

Para Pie, o momento do mercado é de crescimento horizontal. "Isto significa que não estamos brigando com concorrentes para ter mais clientes, nós estamos realmente abrindo o mercado. O que acaba viabilizando a utilização do material para um número maior de consumidores.", analisa.

O policarbonato começou a ser comercializado no Brasil há 13 anos. Em um primeiro momento ele era importado da Europa apenas para grandes empreendimentos, por causa do seu alto custo. Outra coisa que é importante citar sobre o início da utilização do material era sua errônea utilização, o que acabou por denegrir a imagem do policarbonato.

"A falta de uma série de cuidados com o polímero, fez com que muitos consumidores não gostassem do resultado, algumas chapas encardiam, ficavam amarelas ou apresentavam danos.
O policarbonato é de fácil manejo, mas é nobre e exige uma série de cuidados. Acredito que hoje este quadro esteja revertido e o plástico está ganhando espaço e força no mercado", comenta o gerente.

policarbonato2O que é policarbonato?

O policarbonato é um termoplástico, ou seja, um plástico que se torna maleável ao ser aquecido e que endurece quando esfria. "Esta característica possibilita que se façam curvas e outros formatos sem a necessidade de fazer emendas ou outros recortes", explica Sonia Faria Zawadzki, professora de Química Orgânica da Universidade Federal do Paraná.

O material foi descoberto em 1898 e começou a ser comercializado pela Bayer na Alemanha em 1958. Nesta época, o policarbonato começou a substituir o vidro, quando era necessário um material mais resistente e que ao mesmo tempo mantivesse o nível de transparência.

Além desta vantagem, o material traz outros benefícios como a grande resistência a impactos e choques e é cerca de 80% mais leve que o vidro. "Para se ter uma idéia da resistência deste material, hoje ele é utilizado nas janelas de aviões, em alguns carros blindados, galões de 20 litros de água entre outras utilizações mais corriqueiras como cds, lentes oftálmicas, óculos escuros, capacetes", conta a professora que também é doutora em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Na construção civil, o policarbonato também é amplamente utilizado e pode ser encontrado em forma de chapas ou telhas. A indicação de uma ou de outra vai depender das necessidades do projeto, como luminosidade, o raio de curvatura desejada e o conforto térmico, além da estética e do preço. Hoje, podem ser encontradas no mercado três tipos de chapa: as compactas, as alveolares e as refletivas. Tanto as chapas como as telhas podem ser encontradas nas cores cristal, bronze e branco leitoso. E alguns tipos, verde, azul ou cinza.

O policarbonato é indicado para coberturas e fechamentos que necessitem de uma iluminação artificial, levando em consideração que seu nível de transparência chega a 90%. Vale lembrar que as cores mais escuras, como a bronze, por exemplo, apresentam um índice de luminosidade menor e absorvem mais calor. Além disso, por ser altamente resistente, cerca de 200 vezes superior ao vidro e 30 vezes ao acrílico, o produto é indicado para cobrir áreas externas como jardins de inverno, garagens, piscinas, estufas entre outros.

Para a doutora e professora da UFPR, estas inúmeras vantagens citadas fazem com que o policarbonato seja cada vez mais utilizado nas indústrias de vários segmentos. Entretanto, ela aponta uma desvantagem do material. "O policarbonato tem um custo de produção mais alto que seus equivalentes, pois é produzido a partir de um gás chamado fosgênio, que é altamente reagente. Isto torna o processo um pouco perigoso, elevando os cuidados a serem tomados em seu processamento", conta. Mesmo assim, Zawadzki acredita que a opção pelo policarbonato vai de acordo com as necessidades do mercado e que seu custo acaba sendo embutido nos produtos, que ganham em qualidade e segurança.

Cuidados

Vale lembrar alguns cuidados tanto na instalação como na manutenção deste material:

Durante a instalação, deve-se deixar um espaço para dilatação, pois o policarbonato tem alto coeficiente de expansão térmica.
Além disso, a manutenção também merece uma atenção especial.

O material é sensível à abrasão. Ele risca facilmente, por isso deve-se evitar o uso de produtos de limpeza abrasivos, além disso, também é indicada a colocação de uma película anti-abrasiva.

"Sem esta película, o policarbonato pode reagir com alguns agentes ácidos ou básicos, o que pode tirar a transparência do material", explica Sonia.

Colaboração:

Zona Norte Coberturas

     

    Preço
    R$ 42,50
    à vista


    Preço
    R$ 320,30
    à vista

    ou em até 10x de R$ 32,03

    M_in_noticia