Banner
Conheça nossa
Loja Virtual

Ponte levadiça de ferro e aço

ponte-levadica-1

A ponte de cauda da Holanda

Os holandeses têm uma tendência a fazer as coisas de forma diferente. Tome as suas barragens, que são barreiras gigantes contra tempestades, especialmente feitas com tecidos sintéticos para manter a erosão da terra. As ciclovias são feitas em pé de igualdade com as estradas automotivas. E o planejamento da cidade, que mescla vida pública e privada, combina casas geminadas com amenidades, como lojas e instalações esportivas, muito longe da forma de subúrbios planejadas pelos americanos.

Depois, há as pontes. Por causa dos muitos rios em todo o país e o tráfego de barcos, tão alto quanto o volume de veículos na estrada, uma ponte na Holanda deve ser capaz de levantar e abaixar rapidamente sobre vias relativamente pequenas.

Uma ponte levadiça média articulada seria grande demais para a maioria dos canais holandeses, e uma longa ponte íngreme,que consome recursos preciosos também não seria viável. Assim, engenheiros holandeses acharam uma solução para esse dilema com a ponte de cauda: o Slauerhoffbrug. Uma ponte de cauda pode rapidamente e eficientemente ser levantada e baixada a partir de um poste (ao invés de dobradiças). Isso permite que a embarcação passe rapidamente, enquanto o tráfego rodoviário é parado.

A ponte, localizada em Leeuwarden, foi desenhada por Van Driel para ser uma ponte totalmente automática, com capacidade de perceber e se adaptar a seu entorno. O Slauerhoffbrug permite melhor fluxo do tráfego marítimo e do tráfego terrestre.

O Slauerhoffbrug cruza o rio Harlinger Vaart. "A ponte móvel foi necessária porque um novo anel viário cruzaria este canal", diz Van Driel. Construída em 2000 a partir de ferro e aço, a ponte é levantada e abaixada 10 vezes por dia por dois cilindros hidráulicos localizados em uma única torre ao lado da ponte. “O rolamento elevador, completado com asfalto e as marcações da estrada, não causa problemas na estrada quando abaixada. O modelo base é uma ponte giratória limitado basculante, em que a seção de aumento é contrabalançada por um peso, como o Pegasusbrug perto de Ouistreham, na França. Essas pontes foram construídas em todo o mundo nos séculos 18, 19 e 20”, diz.

Esta ponte é construída em forma de L, dobra as barras tendo que levar para o convés, com a fundação construída ao lado da ponte. As vigas são ausentes, o que permite uma altura de construção que aumenta a altura de elevação. 

E à moda holandesa essa ponte cauda não é apenas uma proeza da engenharia, mas uma obra de arte. Ela é pintada em amarelo e azul, representante da bandeira Leewaurde. A forma assimétrica pode ser vista a quilômetros de distância, quando a plataforma está completamente levantada e travada na posição vertical.

Veja as imagens da ponte:
(Clique para ampliá-las)

ponte-levadica-3ponte-levadica-4ponte-levadica-9

ponte-levadica-5ponte-levadica-6ponte-levadica-7

ponte-levadica-8ponte-levadica-2


Fonte:

Instituto de Engenharia

     

    Preço
    R$ 119,40
    à vista

    ou em até 3x de R$ 39,80


    Preço
    R$ 302,70
    à vista

    ou em até 10x de R$ 30,27

    M_in_noticia