Banner
Conheça nossa
Loja Virtual

Telhas Shingles: Telhas Asfálticas para Revestimento de Telhados

Adequadas aos mais diversos tipos de clima, intempéries e estilos arquitetônicos, as telhas shingles fazem grande sucesso.

Mais que uma simples telha a Shingles transforma o telhado em um importante elemento de design, adicionando beleza através de uma inovadora tecnologia de superposição, efeito de profundidade, textura e uma variedade de cores e estilos.

Além disso, dificilmente se quebram ou encardem, exigem o mínimo de manutenção e, em relação as telhas convencionais, oferecem melhor isolamento térmico e acústico.

Sua flexibilidade traz uma nova solução estética, permitindo a cobertura de telhados que possuem várias águas sem emendas.

As Telhas Shingles proporcionam um isolamento térmico e acústico superior ao das telhas convencionais, alta resistência mecânica, resistência à força dos ventos, não absorvem umidade

São fabricadas com grãos de cerâmica pré-pintadas, em véu estrutural de fibra de vidro embebido em emulsão asfáltica.

Sua espessura varia de 3 a 5,5mm e medem 36 x 12 polegadas (91,4 x 30,5cm).

Na borda apresentam no sentido longitudinal uma faixa de aproximadamente 3 cm de adesivo asfáltico para a colagem e vedação das telhas após a instalação, quando as telhas são submetidas ao calor do sol.

A área de exposição das "Shingles" é revestida de grânulos minerais coloridos, de diversas colorações, com variações de cores e nuances, sendo que alguns tipos apresentam um efeito visual tridimensional devido à disposição dos grânulos minerais. A sobreposição das shingles varia normalmente entre 4 a 7 polegadas (10 a 17,8 cm) conforme o tipo. O peso das shingles varia entre 9 a 11 Kg/m2.

Instalação de Shingles

A instalação, da mesma forma que os sistemas de impermeabilização, são normalmente executadas por empresas especializadas. No entanto, simples de aplicar, as Shingles necessitam apenas de maiores controles quanto ao alinhamento, ventilação e águas furtadas.

A estrutura do telhado é mais leve que o utilizado para as telhas convencionais, já que o peso total da cobertura, incluindo a base de madeira, fica em torno de 15 Kg/m, sem considerar o efeito de vento (utiliza-se para cálculo em torno de 30 Kg/m).
Para telhas cerâmicas, considera-se cargas em torno de 70 Kg/m.

Sobre a estrutura de tesouras metálicas, é feita a colocação do "Ply wood", (placas de madeira) ou placas cimentícias com fibrocelulose.

Sobre o mesmo é instalado o feltro asfáltico ou um não tecido de polietileno de alta densidade, para maior vedação e proteção contra a água ou umidade, fixado com grampos ou pregos, com sobreposições variando entre 5 a 10 cm para telhados com inclinação entre 30 a 50% e 50 cm para telhados com inclinação entre 16 a 30%.
Instala-se a seguir em todo o perímetro dos beirais, oitões, chaminés, tubulações transpassantes, encontro com alvenarias, águas furtadas etc.. As chapas galvanizadas utilizadas nos arremates são fixadas com pregos e seladas com mástique asfáltico específico.

Inicia-se a montagem do Shingle, no sentido do beiral para a cumeeira, executando-se a sobreposição e escalonamentos indicados de acordo com o tipo de Shingle.

Vantagens das Coberturas com Shingles

  • Menor peso, acarretando menor custo de fundação e madeiramento do telhado;
  • Resistentes aos fungos, algas, não encardindo ao longo do tempo;
  • São totalmente impermeáveis, mesmo sobre a ação do vento;
  • Resistentes a ventos, desde 90 Km/h a 240 Km/h, conforme o tipo;
  • Grande maleabilidade, permitindo sua conformação sobre qualquer tipo de cobertura;
  • Não quebram ou fissuram, sobre as mais variáveis condições climáticas e de temperatura;
  • Excelente resistência mecânica a ação de cargas estáticas, dinâmicas, de efeito normal ou cisalhante;
  • Não apresentam nenhum efeito danoso à saúde dos seres humanos e animais, a exemplo das telhas de cimento amianto, proibidas em diversos países;
  • Extensa variação de cores, texturas, formas e tamanhos, permitindo grande versatilidade e adaptação aos mais diversos projetos;
  • Durabilidade superior a 20 anos.

Componentes da Shingle

As shingles contém três componentes básicos responsáveis pela proteção e longa durabilidade das coberturas:

a) O Estruturante

Material básico do tipo feltro orgânico ou véu de fibra de vidro, que tem como objetivo incorporar os demais componentes e conferir ao "shingle" resistências para suportar o processo de produção, manuseio, instalação e as condições de desempenho exigidos na sua utilização.

Comparando-se os dois tipos de estruturantes, o véu de fibra de vidro, utilizado como armadura dos "shingles" desde 1950, apresenta vantagens se comparado com o feltro orgânico, tais como:

  • É imputrescível, enquanto o feltro orgânico pode degradar-se com a absorção d'água;
  • Facilita a impregnação do asfalto, não ocorrendo o risco de delaminação entre o asfalto e o estruturante;
  • Melhores resistências ao puncionamento estático e resistência ao impacto;
  • Apresenta maiores resistências a tração e ao rasgamento;
  • Para utilização do "shingle" recebe um tratamento especial com resinas, permitindo não apenas uma ligação física entre o asfalto e o estruturante, mas também uma ligação química entre os polímeros que compõem a massa asfáltica e os filamentos de vidro;
  • Possui melhor resistência ao envelhecimento natural, sendo quimicamente estável;
  • Possui melhor estabilidade dimensional, não provocando deformações e empenamento dos "shingles";
  • Permite maior resistência ao fogo, atendendo a norma UL classe.

b) O Asfalto

A massa asfáltica utilizada nos "shingles" são compostos de asfalto, do tipo oxidado ou modificado com polímeros, cargas minerais inertes e plastificantes, formulados especialmente para que os "shingles" resistam por longo prazo as variações térmicas, intempéries, permanecendo estável sob severas condições de serviços e grandes variações térmicas e condições de intemperismo.

Além do asfalto que compõe a telha propriamente dita, utiliza-se também uma faixa de asfalto adesivo, colocado ao longo de cada telha em seu sentido longitudinal, que tem por objetivo a aderência dos "shingles" sobrepostos, resistindo desta forma a incidência de ventos fortes e evitando o refluxo de água.

c) Os Grânulos Minerais

No acabamento das telhas são utilizados grânulos minerais, tipo ardósia, quartzo e cerâmica, que recebem um tratamento de coloração com corantes aglutinados com resinas termofixas.

  • Os grânulos minerais de acabamento tem as seguintes particularidades:
  • Proteger a massa asfáltica contra a incidência dos raios ultravioleta;
  • Proteger o "shingle" dos impactos de chuva de granizo;
  • Obter uma rugosidade superficial para permitir o trânsito dos instaladores;
  • Ser compatível e com bom poder de fixação à massa asfáltica do "shingle";
  • Possuir tratamento de coloração que tenha estabilidade às intempéries e sem descoloração;
  • Dar efeito estético aos "shingles";
  • Dar características de resistência ao fogo dos "shingles";
  • Resistentes à umidade, fungo e mofo.

Normalmente os corantes utilizados são ligados quimicamente aos grânulos e de retenção permanente da cor.

Os grânulos minerais de acabamento oferecem um acabamento de aspecto natural, variedade de cores, textura, granulometria e opacidade, proporcionando infinitas variações de acabamento, efeitos visuais, estética, etc.

Cores e Texturas Disponíveis

08_shingles_telhas_asfalticas

 

     

    Preço
    R$ 996,20
    à vista

    ou em até 10x de R$ 99,62

    M_in_noticia